Cidadeverde.com

Cruzeiro faz gol relâmpago, mas fica no empate com o Sampaio Corrêa

Imprimir

O Cruzeiro começou quente o jogo diante do Sampaio Corrêa, mas a alta temperatura do início não foi suficiente para a equipe celeste sair vitoriosa do Castelão, em São Luís, nesta terça-feira (30), pela 27ª rodada. 

Foto - Tomás Santos - Staff Imagens

O time de Pezzolano ficou no empate por 1 a 1 com os maranhenses. Os gols foram marcados por Edu, para a o time mineiro, logo aos 44 segundos de jogo, e por Paulo Sérgio.

O time celeste ainda precisou segurar uma forte pressão dos donos da casa, que tiveram duas grandes chances nos minutos finais da partida. Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 58 pontos e segue na liderança da Série B. Já o Sampaio agora soma 35.

O Sampaio Corrêa volta a campo no próximo sábado (3), diante do Guarani, às 16h30 (de Brasília), em Campinas. Já o Cruzeiro vai receber o Criciúma, no domingo (4), às 16h, no Mineirão.

Edu precisou de apenas 44 segundos para abrir o placar no Castelão. O atacante marcou após um chute forte de Bruno Rodrigues e defesa de Matheus Inácio. Foi o segundo gol seguido de Edu, que chegou a ficar 13 jogos sem marcar gols pelo Cruzeiro.

Aos 20 minutos, Daniel Jr. tentou surpreender o Sampaio. O atacante finalizou forte da entrada da área e obrigou o goleiro Matheus a espalmar para o lado.

O castigo para o Cruzeiro, que teve o controle da partida, veio nos acréscimos. Aos 46, Pimentinha cobrou falta e André Luiz cabeceou para o gol. Rafael Cabral fez uma ótima defesa, mas, no rebote, Paulo Sérgio mandou para o fundo das redes do Cruzeiro empatando o jogo.

Logo aos 11 da segunda etapa, Bruno Rodrigues fez uma boa jogada pela esquerda. Ele finalizou, mas foi travado por Paulo Sergio. Na sobra, Daniel Jr,. pega o rebote, chuta, mas Matheus Inácio evita o gol com o pé.

Na reta final da partida, o Cruzeiro passou a ser mais incisivo no ataque. Aos 29, Bidu cruzou na área, mas nem Jajá e nem Geovane conseguiram finalizar. Já aos 33, Paulo Sérgio, de cabeça, tirou um cruzamento de Jajá que procurava Bruno Rodrigues na área.

Aos 44, Lucas Araújo, que havia acabado de entrar na partida, perdeu uma chance inacreditável. O jogador finalizou à direita da trave de Rafael Cabral. A bola passou tão perto que alguns torcedores chegaram a soltar o grito de gol no Castelão.

Pimentinha, já nos acréscimos, teve a chance do jogo, mas parou na defesa de Rafael Cabral, que garantiu o empate para o Cruzeiro com a defesa.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais