Cidadeverde.com
Cidades

Penitenciária Feminina de Picos é a mais vulnerável do estado, diz levantamento da SSP

Imprimir

Foto: Paula Monize/cidadeverde.com/picos

A Penitenciária Feminina Adalberto de Moura Santos, localizada no município Picos, lidera o ranking das unidades prisionais com maior risco de vulnerabilidade do Piauí. A avaliação foi constatada pela Avaliação de Segurança Orgânica, promovida pela  Secretaria Estadual de Segurança Pública (SPPI). 

Ao Cidadeverde.com, a delegada Eugênia Villa, superintendente de gestão de riscos da SPPI, explicou que a avaliação considerou diversos aspectos apontados pelos policiais penais das penitenciárias piauienses. 

"Já visitamos e avaliamos todas as penitenciárias. Avaliamos com a participação direta dos policiais penais e eles mesmo trataram dos riscos. O ranking das penitenciárias com o fator de vulnerabilidade maior foi a feminina de Picos, e as mais seguras são as penitenciárias de Altos", afirmou a delegada. 

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

Somado ao diagnóstico, a avaliação também elaborou uma série de medidas de prevenção a situações de riscos nas unidades prisionais. Além de melhorias estruturais, estão previstas ações para dar mais segurança às forças de segurança e aos detentos. 

“Para evitar quaisquer consequências e eventos indesejados, vamos capacitar brigadas de incêndio para prevenir incêndios. Também vamos criar protocolos de segurança em relação às ameaças dirigidas aos policiais penais e a familiares em face de organizações criminosas”, pontuou a superintendente. 

Além das penitenciárias, serão avaliadas outras estruturas da segurança pública estadual. A ideia é fazer o levantamento dos dados relacionados a este setor, que serão compilados em um material institucional. 

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir