Cidadeverde.com
Esporte

Há 3 jogos sem vencer, Palmeiras reavalia plano para enfrentar Red Bull Bragantino

Imprimir

No planejamento do Palmeiras, o jogo deste sábado (3), contra o Red Bull Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), pelo Campeonato Brasileiro, era visto como um respiro. 

Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

Após um mês intenso de agosto, que começou e terminou com jogos de mata-mata da Libertadores e teve, como recheio, a sequência de Corinthians, Flamengo e Fluminense, vice-líderes do nacional, a ideia era administrar forças.

Inicialmente, o jogo serviria para atenuar o desgaste físico do elenco, poupando os mais cansados entre os principais jogadores, mesmo que ainda não estivessem no limite.

Mas os planos podem mudar, segundo a reportagem ouviu de fontes no clube. Em vez de preservar, Abel cogita usar seus principais nomes no duelo, ainda que por um período mais curto.

Assim, é possível que jogadores fundamentais, como Gómez, Piquerez, Zé Rafael, Rony e Dudu joguem a menor parte do jogo.

Já com relação a Danilo, sua presença é praticamente garantida. Suspenso por duas partidas, ele não jogou a ida da semifinal da Libertadores, tampouco atuará na partida de volta.

Olhando para a tabela de classificação, o Palmeiras passou ileso pelos últimos confrontos diretos e segue líder no Brasileiro, conseguindo ampliar a vantagem para o segundo colocado. No dia 13, o vice era o Corinthians, e a vantagem, de seis pontos. 

Agora, a diferença para o Flamengo, que ocupa atualmente a segunda colocação, é de sete. Mas a sensação não é de segurança, porque o desempenho do time alviverde demonstra declínio.

Em que pese a qualidade dos adversários e a importância dos confrontos, o Palmeiras ganhou apenas um dos seus últimos cinco jogos. Foi no dia 13, no contra o Corinthians, em Itaquera.

Antes, empatou por 0 a 0 com o Atlético-MG, na heroica classificação nos pênaltis pela Libertadores. Depois, empatou também com a dupla carioca e, na última terça (30), perdeu, para o Athletico-PR, a ida da semifinal do torneio continental, por 1 a 0.

Se não vencer o Red Bull Bragantino, o Palmeiras pode ver a vantagem para o segundo colocado cair a quatro pontos, em caso de derrota, e a cinco, se empatar, caso o Flamengo vença o Ceará. 

No melhor cenário, vale lembrar, o Palmeiras pode voltar a ter dez pontos de vantagem, caso vença e o Flamengo perca.

Raphael Veiga, com entorse no tornozelo direito, certamente não vai enfrentar o Bragantino e tem grandes chances de também não jogar contra o Athletico-PR. Na quinta-feira, ele não treinou e fez apenas trabalho de recuperação na parte interna do centro de treinamentos.

Jailson, em transição após operar o joelho direito, também não entra em campo neste sábado.

Assim, uma possível escalação inicial do Palmeiras tem: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Bruno Tabata; Gustavo Scarpa, Dudu e Rony.

O Red Bull Bragantino, por sua vez, vem de derrota por 1 a 0 contra o Corinthians, e já não vence há quatro rodadas no Brasileiro. 

Com 31 pontos, o time ocupa a 11ª posição, e deve ir com força máxima -a única exceção é o atacante Carlos Eduardo, que não pode jogar por ser pertencer ao Palmeiras. O atacante Helinho, que cumpria suspensão, já está à disposição.

Portanto, uma possível escalação inicial do técnico Maurício Barbieri tem: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul, Lucas Evangelista e Hyoran; Artur, Helinho e Alerrandro.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir