Cidadeverde.com
Esporte

Fla empata com Ceará no Maracanã e perde chance de encostar no Palmeiras

Imprimir

O Flamengo tinha a oportunidade de diminuir a diferença para o líder Palmeiras para cinco pontos. Chegou a ter um a mais desde os 16 minutos do segundo tempo, mas não conseguiu furar a retranca do Ceará e ficou num frustrante empate em 1 a 1 no Maracanã, com gols de Gabigol, para o Rubro-Negro, e Jô, para os Alvinegros.

Foto - Gilvan de Souza - Flamengo

Agora o Rubro-Negro soma 44 pontos e está a sete pontos do Alviverde. Já o Ceará foi a 28 e segue próximo da zona do rebaixamento, mas o resultado foi considerado bom diante das circunstâncias: fora de casa, contra um forte adversário e com menos (Jô foi expulso).

O Flamengo foca as atenções agora para o duelo de volta das semifinais da Libertadores contra o Vélez Sarsfield, na próxima quarta-feira (7), no Maracanã. Como goleou na ida, em Buenos Aires (ARG), por 4 a 0, pode perder por até três gols de diferença que fica com a vaga na decisão.

Já o Vozão entra em campo agora somente no próximo sábado (10), quando recebe o Santos na Arena Castelão (CE).

O MELHOR: CEBOLINHA

Everton Cebolinha vai, aos poucos, demonstrando que tem entrado em ritmo de jogo. O atacante fez uma partida consistente, bastante participativa e criando boas jogadas no ataque.

O PIOR: MARINHO

O atacante Marinho não aproveitou sua oportunidade de titular e teve uma partida apagada, sendo pouco efetivo no ataque.

ESTREIA DE VARELA

O jogo de hoje marcou a estreia do lateral direito uruguaio Varela. O jogador teve uma participação discreta em campo. No ataque, foi tímido. Na defesa, não comprometeu.

ÚNICA CHANCE DO FLA

O Flamengo fez um jogo morno no primeiro tempo, pouco inspirado. O único lance de maior perigo foi aos 24 minutos do primeiro tempo, quando Gabigol recebeu na esquerda da grande área e cruzou forte, à meia-altura para Diego, que escorou, mas a bola desviou na zaga e o goleiro João Ricardo defendeu.

CANETA EM CEBOLINHA

Aos 27 minutos ocorreu um lance bonito no meio de campo. O volante Richard, do Ceará, deu uma linda caneta no atacante Everton Cebolinha, do Flamengo, que apelou para falta.

JÔ ABRE O PLACAR PARA O CEARÁ

O Ceará abriu o placar aos 43 minutos do primeiro tempo após um contra-ataque fulminante, que começou com uma roubada de bola na defesa, após escanteio do Flamengo, onde Mendoza foi lançado, foi até a linha de fundo e rolou rasteiro para trás, encontrando o experiente atacante Jô, que chutou cruzado para o fundo da rede. Foi o primeiro gol do jogador com a camisa do Vozão.

DORIVAL 'APELA' PARA SUA TROPA

Com a desvantagem no marcador, o técnico Dorival Júnior "apelou" para sua tropa de elite, e colocou de uma só vez em campo Pedro, Everton Ribeiro, Vidal, além do lateral direito Matheuzinho.

GABIGOL EMPATA E ATINGE MARCA HISTÓRICA

O gol de empate do Flamengo aconteceu aos sete minutos do primeiro tempo, quando Everton Cebolinha cobrou escanteio da esquerda e Gabigol, bem colocado, escorou de cabeça. 

Além de ser emblemático por ter sido no dia que completou 200 jogos com a camisa rubro-negra, o tento também foi histórico, pois foi o centésimo do atacante em Campeonatos Brasileiros, se tornando o mais jovem a atingir essa marca, superando Roberto Dinamite na década de 80. Ele está com exatos 26 anos e cinco dias.

JÔ EXPULSO

A atuação de Jô ficou manchada pelo cartão vermelho que recebeu aos 16 minutos do segundo tempo por xingar o árbitro após a não marcação de uma mão na bola do volante Vidal, do Flamengo. O atacante do Ceará ficou inconformado.

DEFESAÇA DE JOÃO RICARDO

Pouco depois da expulsão de Jô, Pedro arriscou um lindo chute de fora da área, no ângulo, e o goleiro João Ricardo fez uma defesaça, salvando Ceará.

GABIGOL EXPULSO

Gabigol também acabou manchando um pouco sua atuação com a expulsão ao fim do jogo, quando ficou irritado e chutou a bola em direção a Zé Roberto.

ATUAÇÃO DO FLAMENGO

No primeiro tempo, com um time formado em sua maioria por reservas, o Flamengo não conseguiu implementar seu jogo, diferentemente de outras ocasiões em que atuou com o chamado "time B". 

Na etapa final, Dorival colocou em campo sua "tropa de elite", com Pedro, Everton Ribeiro e Vidal, e a equipe cresceu bastante de qualidade, pressionando bastante, chegando ao empate e lutando até o final, mas mesmo com um a mais desde os 16 minutos, não conseguiu furar a retranca do Ceará para chegar à virada.

ATUAÇÃO DO CEARÁ

O Ceará foi valente no Maracanã. Lutando para se afastar da zona de rebaixamento, o Vozão fez um bom primeiro tempo, jogando de igual para igual, e conseguiu se segurar com muita raça no segundo tempo, quando o Flamengo colocou seus titulares em campo e atuou com um a mais em campo.

HOMENAGEM NA CAMISA

O Ceará celebrou a marca de 250 consulados espalhados pelo Brasil. E como forma de comemoração, os jogadores entraram em campo com nomes de cidades que possuem estes estabelecimentos dedicados ao Vozão.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir