Cidadeverde.com
Esporte

Expulsão de Gabigol reforça precaução do Fla com escalação contra o Vélez

Imprimir

Mesmo com uma larga vantagem após ter goleado por 4 a 0 no jogo de ida, em Buenos Aires (Argentina), o Flamengo segue tratando o jogo contra o Vélez Sarsfield, nesta quarta-feira (7), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela Libertadores, com seriedade. 

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Prova disso é que o técnico Dorival Júnior poupou titulares no empate em 1 a 1 com o Ceará no último domingo (4). No entanto, um jogador suscita uma questão específica e não deve ser escalado entre os titulares: Gabigol.

O camisa 9 está pendurado e a comissão técnica entende que não vale a pena correr o risco de ter o atacante suspenso numa eventual final. Contra os cearenses, no último domingo (4), por exemplo, ele foi expulso após receber dois cartões amarelos por irritação, o que reforçou ainda mais a cautela em relação à escalação.

Segundo levantamento do "ge", Gabigol é o jogador que coleciona mais expulsões no Brasil desde que chegou ao Flamengo, em 2019. Foram sete no total, sendo seis delas por atitudes antidesportivas [como no domingo] e uma por falta.

A escolha de Dorival de utilizar poupar titulares na partida de domingo foi questionada por críticos, que afirmavam que a goleada contra os argentinos na ida, em tese, teria garantido uma maior tranquilidade para o duelo, algo que permitiria ao Flamengo escalar sua força máxima contra o Ceará em busca de se aproximar do Palmeiras, que na véspera havia empatado por 2 a 2 com o Red Bull Bragantino.

O técnico, por sua vez, garantiu não ter se arrependido de suas escolhas, relembrando fantasmas do passado do Flamengo na competição, quando achou que a classificação já estava garantida e acabou eliminado, caso, por exemplo, de 2008, contra o América do México do carrasco Cabañas.

Na ida, o Flamengo construiu uma vantagem após vencer por 4 a 2. Na volta, contudo, derrota por 3 a 0 e eliminação nas oitavas de final.

""Precaução faz parte da nossa vida. O que não quero é que uma surpresa desagradável aconteça na quarta. Futebol prega peças, por isso que o meu respeito com o jogo do Vélez é o mesmo que tive com o Ceará, mantendo uma linha do que acho que seria o correto", declarou."

Se por um lado Gabigol deve ser poupado, por outros já há desfalques que estão certos: os zagueiros David Luiz e Léo Pereira, que estão suspensos. Eles serão substituídos por Fabrício Bruno e Pablo.

Caso Gabigol vire opção no banco de reservas, quem deve fazer a dupla de ataque com Pedro é Everton Cebolinha. Thiago Maia também deve ser poupado por estar pendurado, e pode ser substituído por Arturo Vidal.

Portanto, uma possível escalação inicial do Flamengo tem: Santos; Rodinei, Fabrício Bruno, Pablo e Filipe Luis; João Gomes, Vidal, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Everton Cebolinha e Pedro.

O Vélez Sarfield, por sua vez, entra em campo com o difícil desafio de vencer por cinco gols de diferença para avançar, ou ao menos quatro para levar a decisão aos pênaltis.

O técnico Alexander Medina deve seguir desfalcado pelo volante Máximo Perrone, e pelo zagueiro Diego Godín, ambos lesionados, e pode ir a campo inicialmente com: Lucas Hoyos; Leonardo Jara, Matías de los Santos, Valentin Gomez e Francisco Ortega; Cáseres e Nicolás Garayalde; Luca Orellano, Walter Bou, Lucas Janson e Lucas Pratto.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir