Cidadeverde.com
Geral

Estudante da UFPI desenvolve software que facilita diagnóstico de câncer renal

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

Uma pesquisa desenvolvida por um estudante da Universidade Federal do Piauí (UFPI) desenvolvou o “Smart Pathology Plataform”, programa capaz de realizar com mais facilidade o diagnóstico de diversas patologias renais, inclusive o câncer. 

O software, resultado de um Projeto de Iniciação Científica, foi elaborado pelo aluno Jair Oliveira, do curso de Ciências da Computação, com orientação dos professores Vinicius Machado e Keylla Urtiga. 

A primeira versão do programa conseguia, com o auxlio de uma inteligência artificial, realizar a leitura das imagens apresentadas por alunos de medicina, indicando os aspectos e atributos mais relevantes a serem observados. Agora, a ferramenta também ajuda no diagnóstico clinico.

“O funcionamento é o mesmo do anterior, contudo voltado para o uso profissional. É feito a análise pela inteligência artificial das imagens clínicas e dependendo do tempo de resposta e observação da lâmina renal pelo patologista o diagnóstico pode sair em até 20 segundos. É necessária a confirmação do diagnóstico por um especialista, mas é válida a forma como o software agiliza todo o processo”, explicou Vinicius Machado.

Envolvido as duas etapas do programa, Jair Oliveira conta do entusiasmo em desenvolver pesquisa acadêmica. “A minha motivação é poder aplicar tudo aquilo que estudamos em um projeto e ver ele ganhar forma. Assim, quando busquei o professor Vinícius para a realização da pesquisa, eu já observava meus colegas no Seminário de Iniciação Científica da UFPI e achava muito empolgante ver a aplicação e funcionalidade dos projetos de estudo”, acrescentou.

O software está registrado pelo Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NINTEC/UFPI).

Da Redação
[email protected]

Imprimir