Cidadeverde.com
Últimas

Rainha Elizabeth II enviou mensagem ao Brasil um dia antes de morrer

Imprimir

Foto: FramePhoto/Folhapress

 

Uma das últimas mensagens da rainha Elizabeth II antes de morrer foi encaminhada ao presidente Jair Bolsonaro, em comemoração do bicentenário de independência do país.

A rainha Elizabeth II, a monarca com o reinado mais longo da história britânica, morreu  aos 96 anos, informou o Palácio de Buckingham no período da tarde nesta quinta-feira, 8 de setembro.

"Em meio à celebração da importante ocasião dos 200 anos de independência, gostaria de parabenizar Vossa Excelência e enviar minhas felicitações ao povo da República Federativa do Brasil, lembrando com carinho da minha visita ao país em 1968. Que continuemos trabalhando com esperança e determinação para superar os desafios globais juntos", escreveu a rainha.

A mensagem foi compartilhada pela embaixadora interina do Reino Unido no Brasil, Melanie Hopkins.

Papa Francisco

O papa Francisco expressou seu pesar e ofereceu condolências à família real britânica e ao sucessor do trono, Charles 3º, após a morte da rainha Elizabeth 2ª, nesta quinta-feira (8).

O pontífice disse estar profundamente entristecido e afirmou que se unia às preces daqueles que lamentavam "o descanso eterno da rainha".

Ele descreveu a trajetória de Elizabeth 2ª como uma "vida de dedicação generosa à pátria e ao bem comum".

Príncipe Harry chega sozinho

O príncipe Harry chegou a Balmoral, na Escócia, após o anúncio da morte da rainha Elizabeth 2ª nesta quinta-feira (8), aos 96 anos. Harry chegou ao Castelo de Balmoral sem a mulher, Meghan Markle. Ela está em Londres e deve se juntar ao restante da família real nos próximos dias.

Horas antes, o príncipe William foi visto entrando no Castelo de Balmoral dirigindo um carro que levava também o príncipe Andrew e o príncipe Edward, filhos da rainha, e Sophie, condessa de Wessex, mulher de Edward. Eles chegaram pouco antes do anúncio da morte da monarca. Já o príncipe Charles, segundo a BBC, já estava no local.

Kate Middleton também não está em Balmoral. Segundo diversos veículos britânicos, a duquesa de Cambridge não viajou com William e permaneceu em Windsor com os três filhos. George, 9 anos, Charlotte, 7, e Louis, 4, iniciaram um novo ano letivo nesta quinta na Lambrook School. Em meio às notícias sobre a saúde da rainha, Kate buscou os herdeiros mais cedo na escola, de acordo com o jornal Mirror.

 Momentos marcantes da vida de Elizabeth 2ª

Nascida Elizabeth Alexandra May, a rainha Elizabeth 2ª, morta nesta quinta-feira (8), aos 96 anos, fez história ao ser a soberana mais longeva da história do Reino Unido.

Ao longo de sua vida, testemunhou da Segunda Guerra à pandemia de coronavírus, além das perdas de sua irmã mais nova, Margaret, e do ícone da realeza Lady Di, ex-mulher do agora rei britânico, Charles 3º.

Conheça abaixo os momentos mais marcantes de seu reinado.

1926

Nasce em Londres, no dia 21 de abril, Elizabeth Alexandra Mary, a filha mais velha de lady Elizabeth Bowes-Lyon e do príncipe Albert, duque de York, filho mais novo do rei George 5º

1936

Edward 8º, tio de Elizabeth, abdica em nome de seu irmão, o príncipe Albert; a decisão muda as perspectivas de a princesa ascender ao trono

1937

Elizabeth e a irmã mais nova, Margaret, assistem, na Abadia de Westminster, à coroação de seu pai, o rei George 6º; assim, Elizabeth torna-se a primeira na linha de sucessão e figura de interesse público

1939

Ainda adolescente, Elizabeth vê o país entrar na Segunda Guerra Mundial

1947

No dia 20 de novembro é celebrado, na Abadia de Westminster, o casamento de Elizabeth com seu primo distante, Philip Mountbatten, que recebeu o título de duque de Edimburgo

1948

Nasce o primeiro filho da futura rainha, Charles Philip Arthur George, no Palácio de Buckingham

1951

Com a saúde do rei George 6º debilitada, Elizabeth passa a representá-lo em eventos oficiais; ela e o duque partem em 1952 para uma viagem por Austrália e Nova Zelândia, mas no caminho recebem a notícia da morte do rei

1953

Em 2 de junho, na Abadia de Westminster, acontece a coroação de Elizabeth, que então se torna a rainha Elizabeth 2ª; meses depois, ela e o duque de Edimburgo fazem uma viagem de seis meses por países da Commonwealth, incluindo Austrália e Nova Zelândia

1958

Charles, primogênito de Elizabeth, é nomeado príncipe de Gales; os outros filhos da rainha são a princesa Anne (Anne Elizabeth Alice Louise), nascida em 1950; o príncipe Andrew (Andrew Albert Christian Edward), nascido em 1960; e o príncipe Edward (Edward Anthony Richard Louis), nascido em 1964

1981

Em 29 de julho, o príncipe Charles casa-se com Diana Frances Spencer, em cerimônia na Catedral de São Paulo, em Londres

1982

Nasce William, neto de Elizabeth e atualmente o segundo na linha de sucessão ao trono, fruto do casamento de Charles e Diana; seu irmão, Harry, nasce em 1984

1992

Depois de um casamento tumultuado, com rumores de casos extraconjugais, a separação do príncipe Charles e de Lady Di é anunciada; o divórcio é concluído em 1996

1997

Lady Di morre num acidente de carro, o que faz aumentar críticas em relação à família real, especialmente depois de Elizabeth 2ª inicialmente se recusar a permitir que a bandeira nacional fosse hasteada a meio mastro no Palácio de Buckingham

2002

No ano em que celebra o Jubileu de Ouro ao completar 50 anos no trono, a rainha perde a mãe, Elizabeth, e a irmã, Margaret, o que ofuscou as festividades de vários dias em Londres e em países da Commonwealth

2005

Herdeiro ao trono, Charles se casa novamente, desta vez com Camilla Parker Bowles, em meio a uma década em que o apoio à família real cresceu entre os britânicos

2011

Elizabeth 2ª se torna a segunda monarca mais longeva do Reino Unido -atrás apenas da rainha Vitória- e assiste ao casamento do príncipe de Gales, William, segundo na linha de sucessão, com Katherine Middleton; a rainha também fez história ao ser a primeira no cargo a visitar a Irlanda em cem anos

2012

No Jubileu de Diamante, Elizabeth 2ª celebra 60 anos como rainha

2015

Em setembro, Elizabeth 2ª ultrapassa a rainha Vitória como monarca mais longeva do Reino Unido

2020

Em uma cisão sem precedentes no reinado de Elizabeth 2ª, Harry e Meghan, casados desde 2018, decidem deixar a família real após gerarem uma crise por não ter passado o Natal de 2019 no Reino Unido. 


Fonte: Folhapress

Imprimir