Cidadeverde.com
Entretenimento

Morte da rainha Elizabeth dá a filhos de Meghan e Harry direito de serem príncipe e princesa

Imprimir

 

Se a família real britânica seguir a tradição, a morte da rainha Elizabeth 2ª nesta quinta-feira (8) dará aos filhos do príncipe Harry e de sua esposa, Meghan Markle, o direito de receberem títulos da realeza.

De acordo com as regras estabelecidas pelo rei George 5º em 1917, os filhos e netos de um monarca recebem os títulos –mas não os bisnetos. Como Archie, 3, e Lilibet, 1, são netos do rei Charles 3º, o novo cabeça da família real, eles tecnicamente se tornaram príncipe e princesa.

As duas crianças também ocupam, respectivamente, a sexta e a sétima posições na linha de sucessão ao trono britânico.

A adoção do título, contudo, não é obrigatória, e ainda não se sabe se o casal vai seguir a convenção e usá-los para seus filhos. Meghan, em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey no ano passado, disse que a família real discutiu mudar as regras para privar Archie do título de forma permanente.

Segundo ela, a família real decidiu, durante a gestação de Archie, não conceder a ele o título de príncipe ou a designação de Sua Alteza Real. Meghan sugeriu que isso estava ligado às preocupações da realeza com a cor da pele do bebê.

Harry e Meghan não citaram nomes de quem teria expressado tal preocupação, mas a duquesa afirmou ter uma "suposição bastante segura" que, para os envolvidos, a possibilidade de o primeiro filho do casal ter a pele mais escura era um problema.

Em trechos da entrevista que não foram exibidos, Harry afirmou que o racismo foi uma das principais razões para a saída do casal do Reino Unido. Ao lado da esposa, ele já havia dito que precisou se colocar no lugar de Meghan para entender o preconceito que ela enfrentava como mulher negra.

Questionada por Oprah se considerava importante ter o filho chamado de príncipe, Meghan disse que não nutre qualquer apego aos títulos oficiais. O que a incomodou, de acordo com o relato, foi a ideia de que Archie, como primeiro membro da família real com ascendência negra, não receberia o mesmo tratamento que outros bisnetos da rainha.

Meghan e Harry pararam de usar os títulos mais exclusivos de Sua Alteza Real em 2020, depois de anunciar que não seriam mais membros da realeza e se mudarem para os Estados Unidos. Seus títulos de duque e duquesa de Sussex não se alteram com a morte da rainha.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir