Cidadeverde.com
Esporte

Exame detecta lesão no joelho e Gabriel Neves deve voltar no São Paulo só em 2023

Imprimir

A imagem de Gabriel Neves comemorando a classificação do São Paulo à final da Copa Sul-Americana no Morumbi com o joelho direito imobilizado e apoiado em muletas já previa o pior.

Foto: Divulgação/São Paulo FC

Nesta sexta-feira, exames de imagem confirmaram uma lesão no ligamento e o volante deve ficar ausente até o fim da temporada, apesar de não precisar passar por cirurgia.

O tratamento de lesões de ligamento colateral costuma ser na base da fisioterapia, mas com recuperação entre dois e quatro meses. Como a temporada acaba no começo de novembro, dificilmente o uruguaio volta a jogar no ano. O São Paulo não informa tempo de recuperação de seus atletas machucados.

"Após o duelo com o Atlético-GO na última quinta-feira, no Morumbi, pela semifinal da Conmebol Sul-Americana, o volante Gabriel Neves realizou exames de imagem nesta sexta que confirmaram uma lesão no ligamento colateral medial do joelho direito", confirmou o São Paulo.

O lance da contusão ocorreu aos 15 minutos do primeiro tempo, em uma dividida com jogador do Atlético-GO que impactou diretamente no joelho direito do volante. Ele acabou acusando uma entorse e precisou deixar o campo de maca, dando lugar para Pablo Maia.

"Seguindo a programação do departamento médico, o jogador já iniciou o processo de recuperação com os profissionais de fisioterapia do REFFIS", completou o São Paulo. No clube desde o ano passado, Gabriel Neves já havia defendido o time em 40 jogos e vinha ganhando mais espaço de Rogério Ceni nesta reta decisiva.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir