Cidadeverde.com
Esporte

Tite explica ausências de Gabriel Jesus e Dani Alves em lista da seleção

Imprimir

Após anunciar os jogadores convocados para os dois últimos amistosos da seleção brasileira antes da Copa do Mundo do Qatar, Tite falou sobre algumas ausências marcantes entre os 26 nomes.

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O técnico explicou que a lista desta sexta-feira (9) é específica para a reta final de preparação da equipe e que é uma oportunidade até a definição da convocação oficial para o torneio.

"Essa é uma convocação para esses dois jogos. Fica aqui uma mensagem bastante clara a todos os atletas, com muita transparência que tem sido até então: façam o seu melhor. Preparem-se bem fisicamente, cuidem-se clinicamente, estejam no mais alto nível em seus clubes para daqui a 60 dias estarem competindo de uma forma, aí sim, definitiva [para a lista final]", introduziu Tite, em coletiva.

"Essas são também oportunidades para que, ali na frente, a gente tenha um pouco mais de paz, um senso de justiça maior para que a gente possa decidir [os convocados]. Especificamente para esse, mas com respeito a todos, inclusive àqueles que estão fora, mas com essa mensagem", concluiu o treinador, que anunciará a lista definitiva para a Copa no dia 7 de novembro.

Entre as principais ausências estão o atacante Gabriel Jesus, do Arsenal, o meia Phillipe Coutinho, do Aston Villa, e o lateral-direito Daniel Alves, que está atuando como meio-campista no Pumas, do México.

Sobre o último do trio, o preparador físico da seleção Fábio Mahseredjian foi além na resposta: ele tem problemas físicos que impedem a convocação no momento.

"O César Sampaio [auxiliar técnico] e o Guilherme Passos [fisiologista] estiveram na Cidade do México, acompanharam dois jogos, treinamentos, estiveram com o atleta uma tarde toda.

Dani chegou ao México e cinco dias após estreou pelo Pumas, então não teve pré-temporada adequada. Ele também perdeu peso corporal e massa magra por uma gastroenterite, isso claramente afetou sua performance em campo no aspecto físico. 

Conversamos com ele in loco e ontem mesmo falamos na necessidade de investir em treinamento de força e potência para estar no nível que se apresentou em jogos contra Japão e Coreia do Sul. Nesse momento ele não se encontra em condições de trabalhar conosco nesses dois jogos. Investindo no trabalho ele poderá voltar, sim."

Tite esclareceu também a ausência de Gabriel Jesus: "Especificamente, está em um grande momento e concorrendo. Esta convocação serviu para oportunidades a outros. Assim como outros neste mesmo contexto. Em relação ao número de atacantes, o futebol é criação e fazer gol, e solidez defensiva. 

Se fugir destas características, vai perder. Este ponto de equilíbrio é muito difícil em uma equipe e estamos buscando. Não vai ser este número de atacantes determinado. Versatilidade dos atletas é uma parte importante".

A convocação desta sexta é para os jogos contra Gana e Tunísia, nos dias 23 e 27 de setembro, respectivamente. Ambas as partidas serão realizadas na França, às 15h30 de Brasília.

O duelo contra os ganeses será realizado do Stade Océane, em Le Havre. Já o confronto contra a seleção tunisiana terá como palco o Parque dos Príncipes, estádio do PSG, em Paris.

A lista final dos brasileiros selecionados para a Copa será anunciada no dia 7 de novembro. A apresentação dos jogadores convocados está marcada para a semana seguinte, no dai 14.

No Grupo G, o Brasil inicia sua trajetória na Copa do Mundo no dia 24 de novembro, uma quinta-feira, contra a Sérvia, às 16h. Depois, o escrete canarinho vai encarar a Suíça, no dia 28, às 13h. Fechando essa fase, a seleção medirá forças contra Camarões, em 2 de dezembro, às 16h.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir