Cidadeverde.com
Cidades

Ministro Fábio Faria anuncia chegada do 5G no dia 19 de setembro em Teresina

Imprimir

 

 

A tecnologia 5G deve chegar a Teresina no dia 19 de setembro. O anúncio foi feito pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, através de um vídeo publicado nas redes sociais do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira. 

“O 5G vai chegar no dia 19. O 5G começa a operar em Teresina e em pouco tempo todas as antenas estarão instaladas e otimizando as redes”, anunciou o ministro Fábio Faria. 

O 5G é a evolução da atual rede de celulares de quarta geração. É uma rede mais potente e veloz que, além de ser “inteligente”, causa menos impacto ao meio ambiente, segundo estudos sobre a tecnologia. 

O ministro Ciro Nogueira comemorou a notícia e falou sobre os benefícios para a população teresinense.  

“A revolução chega a Teresina! Em cinco dias teremos o início da operação do 5G na nossa capital Teresina e vai oferecer aos teresinenses uma conexão até 100 vezes mais rápida, com diversos benefícios para o nosso estado”, destacou o ministro Ciro Nogueira. 

Teresina está apta para o 5G

Em maio deste ano, o secretário municipal de Governo, André Lopes, afirmou que a cidade de Teresina está apta para receber a nova tecnologia 5G e revelou que já existem empresas procurando a administração municipal para se adequarem às normas estabelecidas.   

A primeira delas, conforme foi apurado pelo portal Cidadeverde.com, foi a operadora Vivo, vencedora de lote com autorização para oferecer o serviço em todo o país. 

O Ministério das Comunicações e a Anatel já liberaram mais de 4.000 antenas com rede 5G em 15 capitais do país. Hoje, 4.051 estações estão autorizadas a funcionar com a nova tecnologia, segundo dados atualizados da estatal e da pasta. A projeção é que todo o território nacional seja contemplado até 2029.

Brasília foi a primeira cidade a receber a faixa de 3,5 GHz da conexão, em 6 de julho. Em São Paulo, a tecnologia chegou em 4 de agosto. Para acessar a conexão, o usuário deve estar na área de cobertura e ter um aparelho compatível. 

 


Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir