Cidadeverde.com
Geral

Luva de Pedreiro prepara ação 'secreta' com craques e sofre para estudar

Imprimir

Foto: reprodução Youtube

Dias antes de pausar e depois retomar a carreira, Iran Santana Alves, o influenciador conhecido como "Luva de Pedreiro", conversou exclusivamente com a reportagem do UOL Esporte. No bairro da Pompeia, em São Paulo, o jovem se mostrou satisfeito com a gestão da equipe de Falcão e revelou planos para o futuro, entre eles uma ação que envolveria grandes craques do futebol mundial.

No início da tarde chuvosa de 7 de setembro, Iran chegou ao campo da Adidas - marca da qual é embaixador - para o encontro com o UOL. Em poucos metros de caminhada, o influenciador foi abordado por fãs que estavam no local jogando futebol e fez questão de tirar fotos e bater um papo com todos eles.

Com boné que cobria parte do rosto, Iran cumprimentou a equipe cheio de timidez e sentou para o bate-papo. Logo no início, ele fez questão de elogiar a nova fase da carreira ao lado da equipe de Falcão, que tem os agentes Marcelo Seiroz e Mozyr Sampaio.

"Rapaz, a minha vida está muito boa. Muitas coisas estão aparecendo, várias novidades. Só coisas pesadas. Fiz muito trabalho que eu ainda não soltei. Coisas magníficas", disse.

"E para falar a verdade, mudou muito do que era antes [com o ex-empresário Allan Jesus]. Agora, eu estou mais sossegado. Painho e mainha e toda minha família estão gostando muito. Eles estão bem liberados, fazem o que querem. Vão lá para as cidades deles e voltam [a Recife]... Está tudo bem, graças a Deus, pai", acrescentou Luva, concluindo com um de seus bordões.

Bastou essa primeira resposta para Iran se soltar, arrancar o boné da cabeça e revelar o penteado com direito a desenho especial no cabelo: o logo da Adidas. E falando em parcerias, o Luva de Pedreiro encheu o peito para falar sobre os novos projetos que estão vindo pela frente, inclusive aquele mencionado no início, com craques misteriosos do mundo da bola.

"Mês passado, eu fiz uma gravação que nunca aconteceu na história do Brasil. Vai sair em todo o lugar, com os maiores do mundo. A dica que posso dar é que tem 10 Bolas de Ouro embrenhadas aí no meio. São duas pessoas que juntas somam essas 10 premiações. E eu estou aí no meio", comentou Iran sobre uma ação que, segundo ele, vai rodar o mundo.

E não para por aí. Quando questionado sobre o medo de que o público um dia se canse dele, Iran foi firme para dizer que tem esse plano que tem na manga o deixará "de boa" por, pelo menos, três anos.

"Sabe essa parada que eu fiz agora? Eu fico três anos em alta. Sabe o que é três anos em alta? Três anos em alta ficando aqui só sentado. É essa parada que fiz agora. E eu tenho fé em Deus", afirmou.

Outra grande novidade é a presença confirmada de Iran na Copa do Mundo do Qatar, que começa em 20 de novembro. O influencer estará em terras da península arábica e dará seguimento à "maior parceria já fechada por sua equipe", segundo ele.

Ainda antes de partir para o país da península árabe para trabalhar no Mundial, em 17 de outubro Iran estará na cerimônia da Bola de Ouro, premiação realizada pela revista France Football para homenagear os melhores jogadores de futebol do mundo.

Excesso de trabalho e dificuldade para estudar

O mundo de Iran Santana Alves não gira, ele capota. O jovem da cidade de Quijingue, do interior da Bahia, caiu nas graças do mundo inteiro com seus golaços e o famoso bordão "Receba" em março deste ano e, desde então, viajou pelo Brasil e pelo mundo realizando ações e comparecendo em eventos como convidado VIP.

A rotina extremamente movimentada da vida de um influencer com mais de 40 milhões de seguidores somados nas redes sociais fez Iran sentir um esgotamento físico e mental. É de se entender. O garoto tem 20 anos e estudou até a oitava série. Em Quijingue, cidade de 27 mil habitantes, ele trabalhava com o seu pai, cuidando da roça.

A vida dele mudou em um estalo de dedos. Em seis meses, Iran anunciou duas pausas na carreira. A primeira foi quando ele ainda era gerenciado pelo empresário Allan Jesus. Ele não se sentiu bem e pediu apoio a Falcão, ídolo do futsal que acolheu o Luva de Pedreiro em sua equipe.

Uma das promessas de Falcão era priorizar os estudos do jovem, que se sentiu enganado pelo ex-agente justamente por ter pouco conhecimento. Apesar disso, o excesso de trabalhos e aceitação de convites ocupou todo o tempo reservado para o aprendizado.

"A viagem para a Europa? Rapaz, foi bom demais. O pessoal me conhecia tudo lá. Maior resenha lá com os gringos. Só que eu tenho uma desvantagem lá, né. Eu não sei falar inglês, mas eu desenrolava. Jogava uma língua doidona e já era", disse Luva.

"Eu não estou tendo muito tempo para estudos, não, mas estou desenrolando um pouquinho. O inglês eu tenho que aprender de um jeito também", acrescentou.


Paralisação da carreira


Na última terça-feira (13), Iran publicou um vídeo anunciando uma pausa na carreira. Ao UOL Esporte, a equipe do jovem esclareceu que o excesso de trabalho somado a um problema de saúde o fizeram repensar o ritmo de sua carreira.

Iran sentiu dor no corpo, teve febre e coriza, e foi atendido no Hospital Samaritano ontem, em São Paulo. Os médicos diagnosticaram uma inflamação na garganta. Com isso, o influenciador ficou preocupado e entendeu que necessitava de um período de descanso, mas prometeu cumprir todas as obrigações profissionais.

"Ele tem trabalhado demais em sets de gravação e também para um projeto que envolve a Copa do Mundo. Por isso resolveu dar umas semanas de descanso das redes sociais, mas vai cumprir com todas as obrigações dele", destacou Mozyr Sampaio, um dos agentes da equipe de Iran.

Além de um ritmo de gravações intenso, Iran esteve viajando o mundo para cumprir sua agenda com parceiros e de convites. Recentemente, ele esteve no Marrocos, além de Itália, Espanha e Portugal. Quando voltou da Europa no fim de agosto, ele já apresentou sinais de esgotamento: cancelou compromissos na mansão em Recife, porque se sentiu agoniado e preferiu ir direto a Quijingue, onde realmente vive.

Depois, o jovem ainda foi a São Paulo para a feira Brasil Futebol Expo 2022, da CBF, e outros compromissos e seguiu ao Rio de Janeiro para curtir o Rock in Rio.


Tropa querida

E apesar de sentir o esgotamento, Iran gosta de exaltar que não seria nada sem seus fãs, também conhecidos como "Tropa do Luva". Foi o que ele demonstrou durante o papo com o UOL. Sempre que o público se aproximava para soltar uma palavra, o jovem parava para conversar, gravar imagens e dar autógrafos.

"Para mim é só alegria [ser reconhecido em todos os lugares e ver as pessoas falando comigo]. Quanto mais isso acontece, mais eu fico empolgado, tá ligado? É porque minha tropa é minha tropa. Sem eles, eu não faço nada. Por isso que devo tudo a eles, é minha tropa do Luva de Pedreiro", finalizou.

 

Polêmica com Léo Dias e anúncio do retorno

Além de lidar com toda a repercussão sobre o anúncio de sua pausa, Iran precisou lidar com o boato de que estaria encerrando a parceria com a equipe de Falcão para assinar um contrato com os empresários do tiktoker senegalês Khaby Lame. A notícia foi veiculada na coluna do jornalista Léo Dias, no portal Metrópole. O garoto ficou abalado ao ver a notícia e, com isso, decidiu que já voltaria à ativa após três dias do anúncio da paralisação na carreira.

"Agora vem o Léo Dias dizer que eu estou sem Falcão. Que mentira é essa, rapaz? É tudo mentira. Não estou com o empresário do Khaby. O cara não pode ficar quieto e sossegado, não? É tudo mentira o que ele está dizendo", disse Luva em vídeo ao vivo transmitido em sua conta do Instagram.

"Nós somos a mesma tropa. Eu, titio Mozyr Sampaio, papai Batata (Marcelo Seiroz) e Falcão. Somos tudo uma família. Esse cara está mexendo com o cara errado, porque isso é tudo mentira. Valeu, tropa", seguiu Iran.

Em videochamada com Falcão, transmitida ao vivo no Instagram, Iran ainda destacou que vai retomar a carreira. "E tem mais: eu não vou mais parar de fazer vídeo. Fiquei com raiva agora. É tudo mentira do Léo Dias", disse.

Ao UOL Esporte, o estafe que gerencia Iran também negou que o influenciador tenha assinado um novo contrato com o tiktoker Khaby Lame e destacou que nada mudou. "Iran esteve doente, teve alguns problemas pessoais e apagou as fotos no Instagram. Estamos cuidando dele e de sua família, e reorganizando tudo", afirmou Marília Azevedo, uma das assessoras da carreira de Iran.

POR BEATRIZ CESARINI E VITOR LACERDA
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) 

Imprimir