Cidadeverde.com
Esporte

Com público recorde, Corinthians goleia Inter e é tetra do Brasileirão Feminino

Imprimir

A grande final do Brasileirão Feminino foi tudo que prometeu ser. Em uma Neo Química Arena lotada, mais de 41 mil pessoas viram o Corinthians atropelar o Internacional pelo placar de 4 a 1 e se consagrar campeão pelo terceiro ano seguido e pela quarta vez na história. 

Foto: José Manoel Idalgo/ Agência Corinthians

Ao todo, 41.070 torcedores estiveram presentes no duelo deste sábado, marcando o maior público e a maior renda da história do futebol feminino no Brasil e também na América do Sul.

O clube paulista chega ao quarto título no campeonato, o terceiro consecutivo. Sob o comando de Arthur Elias, o time chegou à decisão depois de terminar a primeira fase como quarto colocado, além de eliminar Real Brasília e Palmeiras nas etapas anteriores.

O Inter, por sua vez, encerrou a primeira fase acima do Corinthians. As gaúchas ficaram com a terceira melhor campanha, com 33 pontos em dez vitórias, três empates e duas derrotas.

As equipes chegaram para o jogo em Itaquera depois de deixarem tudo igual no Beira-Rio, pela rodada de ida, por 1 a 1. A partida começou a todo vapor. O Corinthians conseguiu balançar as redes logo aos 3 minutos, mas o VAR apontou uma falta em Mai Mai no meio campo e anulou o gol das mandantes.

O Inter, que começou acanhado, precisou de apenas 6 minutos para entrar no jogo, e com gol de zagueira. A goleira Lelê tirou a bola da área, mas Milene chegou para devolver e deixar nos pés da Sorriso, que não desperdiçou e abriu o placar da final.

A partir daí, as gaúchas começaram a gostar do jogo. O Corinthians deixou a desejar na marcação e não conseguiu frear a troca de passes das gurias coloradas.

Quando as visitantes começaram a gostar do jogo, o Corinthians reagiu. Tamires quase empatou em duas boas jogadas individuais. Em uma delas, a lateral recebeu livre e de frente para o gol, mas a bola parou na goleira Mayara.

Não demorou muito para as donas da casa encontrarem o gol, marcado justamente às custas do ponto fraco do Inter: a bola cruzada. Yasmin lançou na segunda trave e Jaqueline, de primeira, deixou tudo igual na Neo Química Arena.

Quase no minuto final da primeira etapa, a virada do Corinthians Em jogada que começou em uma cobrança de escanteio, Diany recebeu um cruzamento de Adriana e mergulhou de cabeça para colocar as paulistas à frente no resultado. Antes de entrar, a bola desviou na zagueira colorada.

O Corinthians voltou do intervalo dominando, tentando acuar o Internacional, e funcionou. No primeiro minuto do segundo tempo, Vic Albuquerque bateu firme da entrada da área para ampliar o placar e incendiar a festa da torcida na arquibancada da Neo Química Arena.

Com a vitória garantida, o time não quis parar no terceiro. Jhennifer, a artilheira do ano, finalizou um cruzamento da colega de equipe e converteu para cravar o terceiro título consecutivo do Brasileirão.

Com uma partida abaixo do desempenho apresentado ao longo do campeonato, a equipe de Maurício Salgado não foi capaz de anular a força do elenco corintiano. Após mais uma bela campanha em 2022, o Corinthians é campeão do Campeonato Brasileiro Feminino.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir