Cidadeverde.com
Cidades

Bombeiros fazem alerta após morte de pai e filho durante forte chuva em Valença do Piauí

Imprimir

O major Egídio Leite, do Corpo de Bombeiros, afirmou que pai e filho que morreram durante uma pescaria após forte chuva em Valença do Piauí devem ter sido surpreendidos, e alertou que a população deve ficar atenta e se abrigar em um local seguro quando ocorrer temporais.

Os corpos de Domingos Cardoso e do seu filho Virgílio Cardoso foram encontrados nessa segunda-feira (26) após os dois desaparecerem na tarde de sábado (24) na Barragem de Mesa de Pedra no município de Valença do Piauí, a 217 km de Teresina. Pai e filho estavam pescando, quando ocorreu uma forte chuva na região. A suspeita é que tenham sido atingidos por um raio.

Segundo Egídio Leite, as vítimas conheciam a região e acredita que eles devem ter sido surpreendidos com a chegada da chuva.

Foto: Reprodução redes sociais

“Existia um fator a favor deles, que era conhecer a região, segundo o presidente da Associação dos Pescadores, eles tinham o hábito de ficar até 15 dias pescando na região. Então conheciam e dominavam [a área], mas nos leva a acreditar que foram surpreendidos por um vendaval, que altera o comportamento de uma represa, ou por um raio, então são as possibilidades de eventos que culminaram com a morte dessas duas pessoas”, disse o major.

Ele explicou que mesmo em locais como lagos ou barragens, onde a água é mais calma, é preciso ter atenção. “Quando uma chuva se forma muito rapidamente, embora nos lagos apresente uma água muito calma, mas quando uma chuva aparece, se formam ondas. Para quem não tem conhecimento, experiência, termina sendo surpreendido. Ondas de um nível elevado que podem sim culminar e fazer que o barco vire, venha a naufragar, e se não tinham coletes e outros equipamentos, pode sim ter sido vítima de afogamento. Tem também na possibilidade do raio, onde a perícia é que vai indicar, mas digamos que são eventos plausíveis”, destacou.

O major do Corpo de Bombeiros alertou que é importante buscar abrigo em um local seguro. “Fica o alerta principalmente para quem estiver pescando, embora a gente sabia que possa ser surpreendido, pois se forma muito rapidamente, mas sempre que ver que tem essa possibilidade, buscar um local seguro, pois existe a possibilidade de afundar o barco e sofrer uma descarga, por conta de um raio”, afirmou.

 

Bárbara Rodrigues e Gorete Santos
[email protected]

 

Imprimir