Cidadeverde.com
Geral

Semplan e Iphan discutem projeto de rebaixamento da avenida Miguel Rosa

Imprimir

Foto: Ascom Semplam

Representantes da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan) se reuniram ontem (26) com a equipe técnica do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), para apresentar o projeto de rebaixamento da Avenida Miguel Rosa, no Centro de Teresina, já que fica em uma área com prédios históricos.

Estiveram presentes na reunião o secretário Municipal de Planejamento, João Henrique Sousa, o secretário executivo de captação de recursos e monitoramento, Ítalo Portela, além da equipe de engenheiros. Do Iphan, participaram o superintendente Fábio José Lustosa da Costa Ferreira e o corpo técnico do Instituto. Além disso, participou também o arquiteto Júlio Medeiros.

Segundo a Semplan, o objetivo da obra é melhor o trânsito na região, realizando o rebaixamento da Avenida Miguel Rosa no trecho que faz cruzamento com a Avenida Frei Serafim.

O projeto ainda está sendo elaborado. Estudos e demais partes do projeto estão previstos para serem concluídos no mês de novembro deste ano de 2022.

“Esse é um projeto necessário para destravar o trânsito da região e contribuir para a melhor mobilidade da área. Nossa intenção é cumprir todas as determinações legais. Nosso objetivo é ter esse trabalho integrado e que contenha a contribuição de instituições importantes que estão nesse meio. Por isso, estamos aqui no Iphan para esclarecer e iniciar esses diálogos. Lembrando que o projeto ainda está em estudo e sendo elaborado todas as questões executivas dessa obra”, pontuou João Henrique Sousa, secretário municipal de planejamento.

O superintendente do Iphan, Fábio Ferreira, informou que o encontro é importante para que tudo seja realizado de forma correta.

“Nós ficamos felizes com a disponibilidade da equipe da Prefeitura em nos tornar parte desse processo ainda em sua concepção. Chamamos nosso corpo técnico para analisar esse projeto e a apresentação feita e vamos aguardar o encaminhamento de todas as documentações e o protocolo desse projeto para darmos algum posicionamento. De já, verificamos que é um projeto que busca minimizar as intervenções na área da avenida Frei Serafim, mas ainda faremos toda uma análise com a equipe”, explicou o superintendente do Iphan, Fábio Ferreira.

Recursos

Ainda no início do mês de agosto, o prefeito Dr. Pessoa assinou contrato para operação de crédito junto ao Banco do Brasil (BB) no valor de R$ 500 milhões. Os recursos serão investidos em ações de diversas áreas da administração, como infraestrutura, saneamento básico, drenagem e mobilidade urbana. O empréstimo será usado pelo programa “Cidade Integrada com o Povo”. Sobre as obras incluídas nesse pacote de recursos, está o rebaixamento da avenida Miguel Rosa.

 

Da Redação
[email protected]

Imprimir