Cidadeverde.com
Entretenimento

Anitta é chamada de 'Beyoncé feita no Rio' por revista italiana

Imprimir

Foto: Vitor Pereira/AgNews

"Lenda viva", 'Beyoncé feita no Rio" e "estrela pop latina mais poderosa e influente". Esses foram alguns elogios que Anitta, 29, recebeu na entrevista publicada em uma das maiores revistas da Itália, a Vanity Fair. Casamento, política, empoderamento feminino, desafios da indústria musical e relacionamento aberto foram alguns dos assuntos abordados na publicação, que acabaram revelando um pouco mais da forte personalidade da funkeira. Quem assistiu a série, "Anitta: Made in Honório", da Netflix, já sabia muito bem sobre isso.

Anitta, que ganhou destaque na Itália após um feat com o cantor Fred de Palma, foi comparada a Beyoncé e apontada como uma líder política do país no futuro. "Ela pode decidir concorrer à presidência do Brasil algum dia. E a verdade é que ela pode até ganhar a eleição. Anitta é a estrela pop latina mais poderosa e influente. Uma espécie de Beyoncé feita no Rio, que rebolou loucamente no palco do Coachella e via Twitter, coloca em seu lugar o atual presidente Jair Bolsonaro. Ainda colabora com Madonna e dá palestras em Harvard", escreveu a revista lançada no final de semana.

A cantora se tornou a primeira brasileira a se apresentar no Video Music Awards, uma das maiores premiações da música mundial e ainda levou o prêmio de "Melhor Clipe Latino" com o hit "Envolver", faixa do álbum "Versions Of Me".

"Anitta chega ao topo da parada global do Spotify (entrando assim, no livro dos recordes, o Guinness Book) e realiza workshops de política em seu perfil no Instagram com quase 63 milhões de seguidores. Larissa de Macedo Machado nasceu há 29 anos e para os jovens é uma lenda viva", observou ainda o jornalista na reportagem sobre a funkeira.

Fonte: Folhapress

Imprimir