Cidadeverde.com
Política

Rafael Fonteles defende integração das polícias para o enfrentamento às facções

Imprimir

Uma das propostas de Rafael Fonteles (PT) como candidato a governador é a ampliação de investimentos em segurança pública e o enfrentamento às facções criminosas. Em entrevista ao Jornal do Piauí nesta quarta-feira (28), o candidato enfatizou que esta área será uma das prioridades em sua eventual gestão. 

“A segurança pública será prioridade na nossa gestão, porque essa é a prioridade da população. Principalmente em Teresina e em algumas cidades polo no interior do estado. Vamos fazer isso tendo pulso firme no combate às facções criminosas, um fenômeno que chegou ao Piauí e aumentou os índices de violência", disse o petista.

Neste sentido, o candidato pontuou que a meta é traçar uma organização orçamentária que permita a convocação de pelo menos mil policiais a cada ano ao longo do mandato. Além disso, defende uma maior integração não apenas entre as forças de segurança, mas também com o poder Judiciário.

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde

“Queremos investir em tecnologia e inteligência das polícias Militar, Civil e Penal, integrá-las em si e com o sistema judicial, para não ficarmos enxugando o gelo naquele prende solta que termina não dando efetividade ao combate à criminalidade”, explicou Rafael Fonteles, que ainda listou outras ações.

“O remédio de longo prazo para resolver a segurança pública e termos um clima de paz social é investir em oportunidades para os jovens. Acesso à cultura, esporte, lazer, qualificação profissional, educação em tempo integral, que também será prioridade no nosso governo”, concluiu o candidato. 

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir