Cidadeverde.com
Política

Sílvio estabelece metas e diz que cobrará resultados do secretariado

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 


O candidato Silvio Mendes (União Brasil) voltou a dizer que não aceitará indicações meramente políticas em uma eventual gestão no Palácio de Karnak. A fala foi dada ao deixar uma mensagem final ao eleitor em uma das últimas caminhada realizadas na campanha nesta sexta-feira (30). 

Sílvio Mendes descreveu o tom que dará a sua gestão, caso seja eleito governador do Piauí no próximo domingo (02). O ex-prefeito de Teresina, destacou que os únicos com os cargos garantidos serão o próprio governador e a vice eleitos. O restante da equipe terá que apresentar uma gestão de resultados. 

“Queremos levar nossa experiência em Teresina, formar uma grande equipe, que tenha sensibilidade, proibindo qualquer membro de usar a sua secretária, quem tenha o mérito de ser, aceito indicação política desde que dê resultado. Os únicos estáveis serão o governador e a vice, eleitos. Tem que ter resultado quem aceitar a missão de servir o Piauí”, disse. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

Silvio Mendes ainda pontuou algumas metas que classificou como prioritárias: combate à fome e ao desemprego. O candidato tem pontuado propostas como a realização de convênios com empresas privadas e incentivo ao primeiro emprego como pautas para o desenvolvimento econômico. 

“Vamos planejar, adequar o recursos humanos, respeitar o servidor público onde ele estiver naturalmente fazer aqui que tem mais pressa, que é combater a fome, a sede, a falta de emprego”, declarou. 

Nesta manhã, Silvio Mendes esteve em uma caminhada no Centro de Teresina, acompanhado do deputado Marden Menezes (Progressistas), Luciano Nunes (PSDB) e Kleber Montezuma (Progressistas) e do vereador Ismael Silva (PSD). 

Silvio Mendes tem se abstido de fazer projeções sobre o resultado da eleição. Porém, apoiadores acreditam em uma vitória em primeiro turno. 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir