Cidadeverde.com
Esporte

Nova Liga dos Campeões só acelera a decadência do futebol, diz presidente do Real

Imprimir

Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, criticou o novo formato da Liga dos Campeões, que começará a valer na temporada 2024/2025. Para ele, essa mudança só prejudica o futebol europeu.

"Por razões que não podemos entender, a UEFA está indo na direção oposta. O novo modelo servirá apenas para distanciar mais fãs e acelerar o declínio do futebol", lamentou o dirigente.

Antes, o presidente deu sua opinião sobre o momento atual que a modalidade esportiva vive no continente europeu.

"Para resolver um problema, você deve primeiro reconhecer que tem um problema. Nosso amado esporte está doente na Europa, está perdendo sua liderança. Os jovens estão cada vez menos interessados, exigem um produto de qualidade que as competições europeias atuais não oferecem".

Como parte da argumentação, Florentino usou como exemplo as dezenas de embates entre Rafael Nadal e Roger Federer, dois dos maiores tenistas de todos os tempos.

"Nadal e Federer jogaram 40 vezes ao longo dos anos, Nadal e Djokovic... Liverpool, nós jogamos contra eles nove vezes em 67 anos. Chelsea quatro vezes na história da Copa da Europa e as duas últimas nestes anos. Qual é o sentido de privar os torcedores desses jogos?", indagou o presidente.

Vale lembrar que o Real Madrid é o maior vencedor da história da Liga dos Campeões, com 14 conquistas, sendo que a últimas delas aconteceu justamente na última temporada.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir