Cidadeverde.com
Vida Saudável

Estima-se 590 novos casos de câncer de mama no Piauí e Sesapi faz alerta para a prevenção

Imprimir

Foto: Ascom/governo de São Paulo

Um levantamento realizado pela Secretaria Estadual de Saúde do Piauí (Sesapi) revelou que até o momento o Piauí já registrou 187 novos casos de câncer de mama em 2022. Nesse mesmo período, 129 pessoas morreram vítimas da doença no estado, sendo 42 destes óbitos em mulheres de 50 a 69 anos. 

No ano de 2022 estimam-se 66.280 casos novos de câncer de mama no Brasil, o que representa uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres e para o Piauí estimam-se 590 novos casos da doença para o mesmo ano.

A coordenadora da Saúde da Mulher da Sesapi, Auzeni Moura Fé, reforça a importância da prevenção e diagnóstico precoce da doença, que permite o tratamento adequado e melhora as respostas do organismo ao tratamento, evitando assim complicações físicas e psicológicas à saúde da mulher.

“O autoconhecimento é importante para que as mulheres conheçam sua mama. A mulher deve se tocar, observar, sentir, para assim perceber possíveis alterações na mama. Alterações no mamilo, presença de liquido no mamilo, mudança de cor da pele na mama, a presença de nódulos são alterações suspeitas, e ao percebê-las a mulher deve procurar o serviço de saúde para que seja feito o diagnóstico”, explica a coordenadora.

Mortes no Piauí 

Em 2021, ocorreram 607 casos novos e 221 óbitos e em 2020 foram 496 casos novos e 201 óbitos causados pelo câncer de mama. 

O Piauí possui 77 mamógrafos, distribuídos em 17 municípios. Cada mamógrafo tem capacidade de fazer até 5.069 mamografias por ano. Em 2022, de acordo com os dados da Secretaria de Estado da Saúde, o Piauí já realizou até Julho deste ano 28.219 exames de mamografia onde 26.082 estavam na faixa etária alvo de 50 a 69 anos. 

 

Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir