Cidadeverde.com
Entretenimento

Alec Baldwin chega a acordo com família de diretora morta no set de 'Rust'

Imprimir

Foto: Honopix/Folhapress

O ator Alec Baldwin, 64, e a produção do filme "Rust" chegaram a um acordo com a família da diretora de fotografia Halyna Hutchins, que morreu em novembro do ano passado após ser atingida por um disparo acidental do artista, dentro do set.

Como parte do acordo, Matthew Hutchins, viúvo de Halyna, será o produtor executivo do filme. As filmagens da produção serão retomadas em janeiro de 2023 com o elenco original.

A família Hutchins entrou com uma ação de homicídio culposo em 15 de fevereiro. O disparo acidental aconteceu em 21 de outubro e Baldwin sustenta que foi informado de que a arma estava "fria", ou seja, sem projéteis.

"Chegamos a um acordo, sujeito à aprovação do tribunal, para nosso caso de homicídio culposo contra os produtores de Rust, incluindo Alec Baldwin e Rust Movie Productions, LLC. Como parte desse acordo, nosso caso será arquivado", disse Matthew Hutchins nesta manhã, segundo o Deadline.

"As filmagens de Rust, do qual agora serei produtor executivo, serão retomadas com todos os principais atores do elenco original em janeiro de 2023. Não tenho interesse em me envolver em recriminações ou atribuição de culpa (aos produtores ou ao Sr. Baldwin)", continuou o produtor.

A Rust Movie Productions, LLC, por meio de sua advogada, Melina Spadone, disse: "Nós estamos contentes que as partes se juntaram para resolver essa questão, que, após a aprovação do tribunal, marca um importante passo em frente para celebrar a vida de Halyna e honrar seu trabalho."

O advogado de Alec Baldwin, Luke Nikasde Quinn Emanuel, acrescentou: "Durante esse processo difícil, todos mantiveram o desejo específico de fazer o que é melhor para o filho de Halyna. Somos gratos a todos que contribuíram para a resolução desta situação trágica e dolorosa".

O processo original da família Hutchins dizia: "O réu Baldwin, os produtores e as empresas de produção de Rust estavam cientes dos problemas de segurança de armas de fogo que ocorreram no set de Rust e não tomaram medidas para corrigir a situação e garantir que as regras básicas de segurança de armas fossem cumpridas".

"Se o réu Baldwin, os produtores e as empresas de produção de Rust tivessem tomado as precauções adequadas para garantir a segurança das armas de fogo no set de Rust, ou se as regras básicas de segurança de armas de fogo tivessem sido seguidas no set em 21 de outubro de 2021, Halyna Hutchins estaria viva e bem, abraçando o marido e o filho de nove anos."

Quase um ano depois do acidente, o gabinete do xerife de Santa Fé ainda não indiciou ninguém. O ator Alec Baldwin diz não ter puxado o gatilho da arma que matou a diretora de fotografia no set de filmagem.

"Ela estava próxima à câmera, olhando para um monitor, me guiando sobre o ângulo em que eu deveria segurar a arma. A arma não deveria ser disparada daquele ângulo. Estou segurando a arma onde me mandaram, que era bem abaixo do braço dela. Um ângulo que poderia nem ser filmado", disse a George Stephanopoulos, apresentador do "Good morning America", em dezembro.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir