Cidadeverde.com
Esporte

Classificado, Brasil faz 3 a 1 e segue invicto jogando contra a Bélgica

Imprimir

A seleção brasileira de vôlei derrotou a Bélgica por 3 a 1 no início da tarde deste domingo pelo Mundial de Vôlei feminino e chegou a 13 vitórias em 13 jogos oficiais no histórico contra a rival europeia.

Foto: Divulgação/Time Brasil

O resultado confirma a segunda colocação do Grupo E da segunda fase para o Brasil, que anotou parciais de 26/28, 25/17, 25/11 e 25/16.

Momentos antes de entrar em campo, a seleção brasileira garantiu a classificação na segunda fase graças à vitória da líder Itália sobre a China por 3 sets a 0.

Com a vaga, o Brasil foi em busca da vitória para garantir o segundo lugar no grupo e confirmou a posição. A Bélgica segue viva e disputará a última vaga da chave com a China neste domingo.

Liderada por Britt Herbots, maior pontuadora do torneio, a Bélgica deu trabalho para a seleção brasileira no primeiro set. O Brasil tentou buscar o placar, mas não conseguiu.

A recuperação ficou para os sets seguintes, vencidos por autoridade pelo Brasil. O time brasileiro fecha a segunda fase com vitória em todos os jogos e tem apenas a derrota para o Japão na primeira fase deste Mundial.

"Temos um time maravilhoso e nós sabemos disso. Acho que hoje nosso serviço funcionou muito bem e também nosso bloqueio e defesa. Isso fez a diferença na partida.

Vamos pensar no próximo adversário, mas gostaria de deixar meus parabéns para a Bélgica, são um grande time e fazem um grande campeonato. Estou orgulhosa por ter entrado e ajudado o time. É muito importante para mim estar em quadra neste campeonato", falou Rosamaria após a vitória.

Maior pontuadora do Brasil na partida, Tainara comentou sobre a sequência de saques muito importante que conseguiu emplacar no terceiro set. "Eu acho que é muita confiança, falamos muito isso de soltar mesmo no saque. É 8 ou 80, ou vai dentro ou vai muito fora. 

Trabalho para ter mais confiança no saque e hoje saiu. Confesso que para mim é difícil esse momento de bater devagar, confesso que tenho costume de bater sempre 100%. É importante usar a cabeça para utilizar as largadas também", afirmou Tainara

O JOGO

O primeiro set foi marcado por muito equilíbrio entre as duas seleções. A Bélgica conseguiu pequena vantagem no começo do jogo, mas logo o Brasil igualou o marcador. A disputa seguiu dessa forma até os set-points, que foram vencidos pela Bélgica, que fechou a primeira parte da disputa com 28 a 26.

O time de Zé Roberto Guimarães se concentrou e voltou melhor para o segundo set. Após um começo equilibrado, ponto a ponto, o Brasil despontou no duelo e abriu ótima vantagem por 22 a 12.

A Bélgica tentou uma recuperação, mas o time brasileiro confirmou a vitória no set por 25 a 17, empatando o jogo.

O time de Zé Roberto despontou no jogo no terceiro set com brilho do elenco. Macris, Tainara e Carol Gattaz fizeram pontos decisivos para abrir 12 a 2. A vantagem persistiu e o Brasil se aproximava da vitória a cada lance. O set foi fechado com a confortável vantagem de 25 a 11 e o Brasil virou a partida.

A Bélgica conseguiu uma melhora no último set, mas não foi suficiente para impedir o bom momento do Brasil, que fechou o set por 25 a 16. O adversário do Brasil na próxima fase será definido no complemento da chave neste domingo. O Brasil volta às quadras na terça-feira pelas quartas de final.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir