Cidadeverde.com
Economia

Auxílio Brasil e Gás começam a ser pagos nesta terça-feira (11)

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com 

A Caixa Econômica Federal começa a pagar, nesta terça-feira (11), o Auxílio Brasil no valor mínimo de R$ 600 junto com a parcela do Auxílio Gás, que neste mês será de R$ 112. O calendário de pagamento em outubro foi antecipado pelo governo federal para ser concluído antes do segundo turno da eleição presidencial, no dia 30.

Neste mês, 5,9 milhões de famílias que recebem o Auxílio Brasil também terão direito à parcela do Auxílio Gás e devem sacar o valor de R$ 712.

Os depósitos são feitos conforme o final do NIS (Número de Identificação Social) e vão até o dia 25 de outubro. O calendário original previa depósitos entre os dias 18 e 31 de outubro. Não haverá pagamento nesta quarta-feira (12), dia em que é celebrado feriado de Nossa Senhora Aparecida.

Segundo o Ministério da Cidadania, o Auxílio Brasil chegará a 21,1 milhões de famílias em outubro, após a inclusão de 480 mil novos beneficiários em relação ao mês de setembro.

O valor de R$ 600 é temporário e está confirmado até dezembro de 2022. O aumento do Auxílio Brasil foi uma das principais apostas do presidente Jair Bolsonaro (PL) para tentar melhorar seus índices de popularidades entre os eleitores de baixa renda.

No entanto, a expansão do Auxílio Brasil não conseguiu reverter a tendência de votos no PT entre os mais pobres no primeiro turno.

Em outra tentativa para melhor o desempenho no segundo turno, Bolsonaro anunciou que pretende conceder o pagamento de décimo terceiro do Auxílio Brasil a mulheres chefes de família a partir de 2023. Atualmente, o grupo é responsável por 80% entre os beneficiários do programa.

Avaliação do governo melhora entre famílias atendidas Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (8), indica que a avaliação do governo Bolsonaro melhorou entre os beneficiários do programa.

Segundo o levantamento, 31% dos eleitores que recebem o benefício consideram o atual governo ótimo ou bom, ante 27% na semana passada, no final do primeiro turno.

Apesar da melhora nos índices de aprovação do governo Bolsonaro, Lula aparece em primeiro nas intenções de voto entre os beneficiários do Auxílio Brasil. Segundo o Datafolha, 56% dos eleitores desse grupo dizem que votariam no candidato petista, enquanto 37% escolheriam Bolsonaro. Os que pretendem anular ou votar em branco representam 5%; os indecisos 2%.

Em setembro, o calendário de pagamento não foi antecipado, assim como ocorreu no mês de agosto, início da liberação do auxílio no valor mínimo de R$ 600.

QUEM TEM DIREITO AO AUXÍLIO BRASIL

Têm direito ao Auxílio Brasil os cidadãos que fazem parte de famílias em extrema pobreza, com renda de até R$ 105 por pessoa da família (per capita), em situação de pobreza, com renda entre R$ 105,01 e R$ 210 por pessoa da família (per capita), ou em regra de emancipação, que é quando o beneficiário conquista um emprego formal, mas segue com direito ao benefício se a renda por pessoa da família for de até R$ 525.

Para receber, é preciso estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único). O cidadão precisa fazer uma pré-inscrição pelo site ou aplicativo e, depois, confirmar os dados nos Cras (Centro de Referência da Assistência Social) das prefeituras. O prazo para confirmação é de até 120 dias.

COMO É O PAGAMENTO DO AUXÍLIO BRASIL

Os novos beneficiários recebem um cartão em casa, por meio dos Correios, para fazer a retirada dos valores. Além do benefício, o novo cartão também tem a função débito. A distribuição começou no final de junho.

Quem já fazia parte do Programa Bolsa Família pode usar o mesmo cartão para o saque dos valores. A retirada do dinheiro segue sendo feita nas agências da Caixa Econômica Federal, nas casas lotéricas e nos correspondentes bancários Caixa Aqui.

Segundo a Caixa, também é possível receber por meio do Caixa Tem, com a abertura da poupança social digital. A conta é acessada por aplicativo. Nele, é possível fazer compras, pagar boletos, contas de água, luz e telefone, e fazer transferências, saques sem cartão nos caixas eletrônicos e nas lotéricas.

O beneficiário do Auxílio Brasil também pode utilizar o cartão social para saque da conta dos valores nas agências da Caixa e nos caixas eletrônicos.

 

Fonte: Folhapress (Felipe Nunes) 

Imprimir