Cidadeverde.com
Esporte

Campanha perfeita corintiana em casa e pendurados preocupam Dorival no Flamengo

Imprimir

Dorival Júnior faz questão de descartar qualquer favoritismo do Flamengo nas finais da Copa do Brasil e também na Libertadores.

Ressaltando crescimento do Corinthians nesta reta final da temporada, o treinador tem duas preocupações para o jogo de ida da decisão nacional, quarta-feira, Neo Química Arena: a campanha perfeita do oponente em sua casa e os quatro titulares pendurados.

O Corinthians chegou até a decisão da Copa do Brasil muito pelos ótimos resultados como mandante. Foram quatro vitórias, sobre Portuguesa-RJ (2 a 0), Santos (4 a 0), Atlético-GO (4 a 1) e Fluminense (3 a 0), com 13 gols marcados e somente um sofrido.

Dorival Júnior já pediu atenção para o time não ceder à blitz inicial que os corintianos prometem fazer na Neo Química Arena. A ordem e evitar levar um gol para não se ver obrigado à exposição e aos consequentes contragolpes, uma das armas do time de Vítor Pereira.

Perder peças para o jogo de volta também causa temor no comandante flamenguista. Dorival poupou o time de linha inteiro na visita ao Cuiabá, no Brasileirão, precavendo o elenco de lesões.

Agora, ele se preocupa com os pendurados com dois amarelos: Léo Pereira, João Gomes, Everton Ribeiro e Gabriel Barbosa.

O atacante foi recomendado a não falar com a arbitragem. A maioria de seus cartões é por reclamação e ele promete nova postura pelo bem do Flamengo. Admitindo que o número recebido é excessivo, fala em atuação paz e amor.

"Eu podia ter evitado alguns. Os juízes também estão errados, porque alguns mal falam comigo. Eu tento falar numa boa, e eles já vêm com cartão.

Alguns para aparecer, outros para me tirar do jogo porque, se eu tomo um cartão, talvez eu não possa mais falar com ele. Então, vou evitar", garantiu o camisa 9, ao Esporte Espetacular."

A primeira partida da decisão será apitada pelo catarinense Bráulio da Silva Machado nesta quarta-feira, às 21h45.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir