Cidadeverde.com
Esporte

Piloto morre aos 22 anos após politraumatismo em prova de superbike

Imprimir

O piloto Victor Steeman, de 22 anos, morreu nesta terça-feira (11) por complicações de um acidente sofrido em uma prova do Mundial Supersport 300 ocorrida no sábado (8). A organização de superbike confirmou a morte do atleta.

O holandês estava internado em estado crítico desde que foi atingido por outro competidor -ele caiu em uma uma curva no autódromo do Algarve, em Portugal.

Steeman liderava a etapa em questão no momento em que perdeu o controle de sua moto. José Luis Pérez González, que vinha logo atrás a bordo de uma Kawasaki, não conseguiu ver o colega de profissão e acertou o jovem em cheio.

O acidente gerou uma bandeira vermelha e, minutos depois, um helicóptero levou o piloto para um hospital na região. Ele estava internado desde então com politraumatismo e não resistiu.

Logo após a morte, a família de Steeman, por meio de seu pai, emitiu um comunicado homenageando o holandês.

"Uma coisa que você sempre tem medo ao ser pai de piloto de motovelocidade aconteceu agora. Nosso Victor não conseguiu vencer sua última corrida. Apesar da dor insuportável e do pesar, temos muito orgulho em ter dividido com vocês nosso herói que, ao morrer, salvou outras cinco pessoas doando seus órgãos. Queremos agradecer a todos pela forma que viveram conosco os últimos dias. Vamos sentir uma saudade enorme de Victor", escreveu.

A página do Mundial de SuperBike (WSBK) também se manifestou nas redes sociais. 

"Estamos profundamente tristes em relatar a perda do piloto do WorldSSP300 Victor Steeman. A família WorldSBK gostaria de enviar todo amor para sua família, equipe e entes queridos. Uma grande personalidade, um corredor feroz e um legado deixado embutido em nosso paddock para sempre. Descante em paz, Victor", publicou.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir