Cidadeverde.com
Esporte

Vasco reencontra Vagner Love e faz confonto direto com Sport por acesso à elite

Imprimir

Sport e Vasco se enfrentam neste domingo (16), às 16h, na Ilha do Retiro, pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. É um confronto direto por um lugar na zona acesso, já que é o duelo entre o quinto e o quarto colocados, respectivamente. 

Foto - Daniel Ramalho - Vasco

Momento ideal para Vagner Love descontar algo que aconteceu há muito tempo, quando o atacante tinha apenas 16 anos e quase viu a carreira acabar por ser dispensado pelo Vasco, com a justificativa de ser baixinho.

Uma enorme incoerência para o clube que revelou Romário, que foi um dos maiores atacantes da história do futebol e é chamado de 'Baixinho'. Romário mede 1,67m e é menor do que Vagner Love, que tem 1,72m.

Mas nem mesmo o histórico da própria base vascaína foi o suficiente para fazer com que Vagner Love se tornasse jogador profissional em São Januário.

Tudo aconteceu em 2000, quando ele ainda era apenas Vagner, já que o Love foi incorporado ao nome três anos depois, na época em que jogava pelo sub-20 do Palmeiras.

Dispensado pelo Vasco após servir as categorias de base do clube cruz-maltino por dois anos e alguns meses, o garoto de 16 anos chegou a ter muita dúvida sobre seguir jogando futebol. 

Naquele momento, o futuro no futebol era uma incógnita, até que a carreira foi retomada no Campo Grande, também do Rio de Janeiro, de onde seguiu para o São Paulo e, posteriormente, para o Palmeiras.

Embora diga que não guarde mágoa do Vasco, após construir uma carreira muito bem-sucedida, com passagens por gigantes do futebol nacional, também por equipes da Europa, convocações para seleção brasileira e muitos títulos, Vagner Love jamais esqueceu a dispensa aos 16 anos. 

A declaração mais forte aconteceu em 2015, após marcar de cabeça o gol do título brasileiro do Corinthians, conquistado no empate por 1 a 1 com o Vasco, em São Januário.

"Fui dispensado do próprio Vasco por ser baixinho e franzino. É engraçado como as coisas são. Fiquei muito feliz por fazer esse gol e ainda mais por ser de cabeça. Agora eles vão ter que me engolir", provocou o atacante, ainda no gramado do estádio vascaíno, em novembro de 2015.

O gol de Vagner Love aos 37 minutos do segundo tempo teve pouco impacto na confirmação do título corintiano, que seria campeão mesmo em caso de derrota, já que na mesma noite o Atlético-MG perdeu para o São Paulo, por 4 a 2, no Morumbi, pela 35ª rodada. 

Porém, o gol de Vagner Love tirou dois pontos do Vasco, que vencia a partida e estava na luta contra o rebaixamento. O Cruz-Maltino caiu naquele ano com 41 pontos, dois a menos do que o Figueirense, que terminou na 16ª colocação e se salvou.

Reforço do Sport para o segundo turno da Série B, Love vive agora seu melhor momento com a camisa do Leão. O número 99 marcou um dos gols no triunfo por 3 a 1 sobre o Cruzeiro, na rodada passada, tornando o duelo com o Vasco uma verdadeira decisão. 

Em 12 partidas pela equipe de Recife, Vagner Love tem três gols, sendo, que ele balançou as redes nas duas últimas vezes em que atuou na Ilha do Retiro, local do confronto deste final de semana.

Sport e Vasco estão separados por três pontos, com vantagem para o clube carioca, que ainda tem saldo de gols melhor. Restando quatro rodadas para o término da Série B, o Leão aposta todas as suas fichas na partida deste domingo, com estádio lotado e um motivado Vagner Love comandando o ataque.

Para essa partida, o Vasco não poderá contar com o lateral direito Léo Matos, suspenso, e com o lateral esquerdo Edimar, contundido. Por isso, o técnico Jorginho pode fazer improvisações. 

O time carioca deve entrar em campo com o seguinte time: Thiago Rodrigues; Miranda (Matheus Ribeiro), Danilo Boza, Anderson Conceição e Paulo Victor (Luiz Henrique); Yuri Lara, Andrey Santos, Marlon Gomes e Nenê; Eguinaldo e Figueiredo.

O Sport também tem problemas e não contará com o lateral esquerdo Lucas Hernández, suspenso. Ele será substituído por Sander. Em compensação, o técnico Claudinei Oliveira terá o retorno do zagueiro Sabino.

Com quatro atacantes, o Sport deve jogar com a seguinte escalação; Saulo; Eduardo, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Fabinho, Ronaldo Henrique, Luciano Juba, Labandeira e Gustavo Coutinho; Vagner Love.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir