Cidadeverde.com
Entretenimento

Bono Vox, do U2, diz que recebeu ameaça de morte nos EUA e Irlanda

Imprimir

AgNews

Bono Vox contou que ele e sua família foram alvos de ameaças de morte do Exército Republicano Irlandês (IRA) e da extrema-direita norte-americana.

Durante o bate-papo com o jornal The Times para divulgar sua autobiografia Surrender: 40 Songs, One Story ('Entregue-se: 40 Canções, Uma História', em tradução livre), o vocalista do U2 falou que diversas autoridades internacionais o alertaram sobre o quão perigoso era de posicionar politicamente e também sobre ele sempre divulgar mensagens de paz através de suas músicas e shows.

Bono falou que já houve tentativas de sequestrar sua esposa e filhas "Um líder criminal conhecido de Dublin planejou sequestrá-las e pessoas trabalhando para ele passaram vários meses observando a nossa casa, desenvolvendo todo um plano elaborado", revelou.

Ele completou que suas canções irritaram grupos extremistas da Irlanda do Norte e também Gerry Adams, líder do Sinn Féin, partido político do IRA: "A oposição do U2 a paramilitares resultou na perda de grandes financiadores do IRA nos Estados Unidos".
O irlandês é casado com a ativista Alison Hewson desde 1982. Os dois são pais de Jordan, Eve, Elijah e John.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir