Cidadeverde.com
Esporte

CBF leva influenciadores ao Qatar para aproximar torcida da seleção na Copa

Imprimir

Onze criadores de conteúdo da internet vão ser enviados pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para a Copa do Mundo do Qatar, disputada entre novembro e dezembro.

Foto - Lucas Figueiredo - CBF

A ideia do projeto chamado "#NossaSeleça" é que estes influenciadores aproximem os torcedores que estarão no Brasil da seleção por meio de postagens nas redes sociais.

Alguns dos participantes já estão definidos: Podpah (podcast apresentado por Igão e Mítico), Robin Hood Gamer, Julio Cocielo, Tatá Estaniecki e canal Reversão (Leticia Esteves e Dembele BR). Os outros seis criadores de conteúdo serão selecionados por meio de uma votação na internet.

De acordo com apuração da reportagem, mais de 9.000 pessoas já se cadastraram para ser um dos influenciadores selecionados.

Para isso, é necessário criar um perfil no site da campanha "www.nossaseleca.com.br" e enviar um vídeo de apresentação até a próxima segunda-feira (24), novo ou gravado anteriormente.

Os vídeos serão avaliados pelos responsáveis pelo projeto e 15 serão selecionados para a votação popular, que acontece no mesmo site.

O anúncio dos seis novos criadores de conteúdo da CBF será em 8 de novembro, às vésperas da Copa. O primeiro jogo do Mundial será no dia 20, às 13h (de Brasília), entre Qatar e Equador. A seleção brasileira só joga quatro dias depois.

Segundo a agência Arara, entre os 9 mil candidatos às seis vagas há representantes de todos os Estados do Brasil, além do Distrito Federal. Em 12 dias, os conteúdos da campanha já atingiram 18 milhões de views e 1,5 milhão de interações nas redes sociais.

O plano da CBF ao patrocinar a viagem do grupo de influenciadores é tornar a Copa do Mundo do Qatar algo mais próximo do torcedor brasileiro por meio de postagens nas redes sociais, mostrando o que acontece no país sob a perspectiva de pessoas que se comuniquem bem com brasileiros.

As cinco personalidades previamente selecionadas, por exemplo, somam juntos mais de 100 milhões de seguidores.

Além disso, a CBF quer vestir com as cores da seleção personalidades que representem a alegria do país no Qatar ao longo da Copa. Os influenciadores vão produzir conteúdo num espaço reservado e circular pelos locais de jogos e treinamentos.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir