Cidadeverde.com
Picos

De janeiro à outubro, 39 crianças são vítimas de violência sexual em Picos

Imprimir

Foto: Divulgação / Semcaspi

De janeiro à outubro de 2022, 63 crianças e adolescentes foram vítimas e/ou testemunha de violência sexual na região de  Picos. Do número, 39 desses abusos ocorreram na 'Capital do Mel', segundo dados do Núcleo Multidisciplinar da 4ª Vara Criminal da Comarca de Picos.

Nos últimos dias, dois casos de abuso sexual contra crianças ganharam repercussão. Os crimes ocorreram nos munícipios de Santo Antônio de Lisboa e São José do Piauí, as vítimas tem 15 e 14 anos. Os abusadores eram familiares (pai e padrasto). Em ambos os casos, os abusadores foram presos e respondem criminalmente pelo ocorrido.

O analista judiciário e assistente social, José Francisco do Nascimento, explicou que as vítimas de violência sexual são atendidas pela rede de apoio que reúne diversos órgãos.

“A rede de apoio que atende as vítimas é composta por órgãos da Saúde, Conselho Tutelar, Hospital, Defensoria Pública, Ministério Público, Tribunal de Justiça, Delegacia, CRAS, CREAS, Caps e a Educação. Em parceria com a 8ª Promotoria elaboramos um projeto Compartilhando Compromisso em Rede. A nossa proposta foi a articulação de um fluxo de atendimentos para crianças e adolescentes vítimas ou testemunha de violência sexual na Comarca de Picos que abrange a região”, disse o assistente social.

Neste ano, buscando humanizar o atendimento às vítimas de violência sexual, o Fórum de Picos passou a contar com sala de depoimento especial e uma sala de Serviço Integrado Multidisciplinar. Assim, os menores relatam à equipe como ocorreram os abusos, utilizando a técnica de entrevista forense.

Os relatos colhidos no depoimento especial passam a compor os processos que tramitam na Justiça.

 

Paula Monize

[email protected]

Imprimir