Cidadeverde.com
Política

João Mádison descarta acordo com PT e defende candidato do MDB para presidência da Alepi

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com 

O deputado João Mádison (MDB) descartou acordo com o Partido dos Trabalhadores e disse que o MDB vai reunir deputados da sigla para definir quem será candidato à presidência da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). 

Segundo o deputado, a decisão dentro do partido será feita de forma democrática. Entre os nomes cotados para a disputa estão o dele próprio, o do deputado Severo Eulálio e Georgiano Neto. 

“Vamos começar a discutir. O MDB deve reunir os seus nove deputados e deve tomar uma decisão democrática e, lógico, que vai ouvir o governador Rafael Fonteles. Já está solidificado no MDB que queremos dialogar, mas queremos ter uma cabeça de chapa para a Assembleia Legislativa. Nesses dois anos queremos viabilizar essa candidatura”, disse. 

Deputados do PT, à exemplo do deputado Fábio Novo (PT), tem defendido um acordo para consenso com o MDB. Pelo entendimento, o PT teria a legislatura nessa eleição e o MDB nos próximos dois anos. 

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir