Cidadeverde.com
Geral

Marcado julgamento de acusado de matar cadeirante de 17 anos em Teresina

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

O juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri, marcou para o dia 25 de novembro de 2022, às 8h30, o julgamento de Marcos Pereira da Silva, de 39 anos, que é acusado de matar o cadeirante João Marcos da Silva Freitas, de 17 anos, quando ele estava empinando uma pipa na zona Sul de Teresina.

O crime ocorreu no dia 17 de maio de 2021, às 17h, quando a vítima estava na frente da casa da avó no bairro Promorar, na zona Sul de Teresina.

Segundo a denúncia do Ministério Público, o cadeirante João Marcos estava empinando uma pipa quando teria sido abordado pelo acusado em um carro, que fez disparos de arma de fogo. O crime teria ocorrido por vingança.

“No dia anterior, o acusado teria sofrido uma tentativa de homicídio, na qual sua namorada teria ficado lesionada. Segundo a denúncia, o atentado teria ocorrido através de informações prestadas pela vítima. Consta que o motivo do crime teria sido vingança, uma vez que a vítima era integrante da facção do Bonde dos 40 e estaria repassando aos comparsas a localização do denunciado (integrante da facção PCC), para que pudessem tentar contra sua vida”, informou o Ministério Público na denúncia.

Agora o julgamento do caso foi marcado para o dia 25 de novembro e vai acontecer no Tribunal Popular do Júri.

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Imprimir