Cidadeverde.com
Entretenimento

Brady não queria divórcio e fez de tudo para salvar casamento, diz revista

Imprimir

Foto: Reprodução Vídeo/Redes Sociais 

Tom Brady, 45, não desejava se divorciar e quis fazer de tudo para salvar o casamento com Gisele Bundchen, 42. A informação é da revista People.

Segundo uma fonte ouvida pela revista, o jogador de futebol americano "queria fazer o que fosse necessário para consertar as coisas" com a modelo brasileira, porque "não queria o divórcio e não queria que o casamento terminasse".

A fonte disse que o quarterback de 45 anos estava "disposto a fazer terapia, aconselhamento matrimonial -o que fosse necessário para fazer as coisas funcionarem". A decisão pelo término do relacionamento "nunca foi ideia de Tom".

Ainda de acordo com a pessoa ouvida pela People, Brady não queria que os filhos Benjamin, 12, e Vivian, 9, tivessem pais divorciados.

A fonte também declarou que, apesar dos esforços do atleta, Gisele sentiu que a iniciativa de Brady surgiu tarde demais: "Ela deu a ele muitas oportunidades para consertar as coisas, e ele não aproveitou".

O jogador e a modelo anunciaram na semana passada o término do casamento de 13 anos. Segundo a imprensa dos Estados Unidos, o principal motivo para o fim foi a decisão de Brady de retornar da aposentadoria e disputar mais uma temporada da NFL, o que diminui a atenção dele para a família.

O quarterback anunciou em fevereiro o fim da carreira, mas voltou atrás em março e assinou por mais uma temporada com o Tampa Bay Buccanners. Tanto o jogador quanto Gisele se manifestaram no Instagram sobre o fim do casamento.

 

Fonte: Folhapress 

Imprimir