Cidadeverde.com
Economia

Rússia diz que vai retomar acordo de exportação de grãos da Ucrânia

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com 

A Rússia disse que retomará a participação em um acordo para permitir as exportações de grãos ucranianos, encerrando um impasse de dias que ameaçava o fluxo constante de tais embarques para os mercados mundiais.

Após o movimento da Rússia, os mercados de grãos caíram: o trigo perdeu mais de 5% na quarta-feira, enquanto os preços do milho recuaram mais de 1%.

No fim de semana, a Rússia suspendeu seu envolvimento em um acordo com as Nações Unidas e a Turquia fechado em julho que permitia a passagem segura de exportações de grãos de portos ucranianos devastados pela guerra, através do Mar Negro para os mercados mundiais.

Moscou havia dito que um corredor marítimo usado para facilitar os embarques de grãos havia sido usado em um ataque à Crimeia ocupada pela Rússia e ameaçou embarcar em navios que partiram sem permissão.

Nesta quarta-feira, porém, o Ministério da Defesa da Rússia disse que recebeu garantias por escrito da Ucrânia de que o país não usaria o corredor para atacar as forças russas.

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan, que ajudou a intermediar a negociação, disse que seu homólogo russo, Vladimir Putin, concordou em voltar ao acordo e, na quarta-feira, "os embarques de grãos continuarão conforme planejado anteriormente"

Nenhum navio estava programado para deixar o porto nesta quarta, no que as autoridades das Nações Unidas descreveram como uma pausa operacional antes dos planos de partida de oito navios na quinta-feira. Não ficou claro se o acordo da Rússia para voltar ao acordo mudaria esse cronograma.

 

Fonte: Estadão Conteúdo 

Imprimir