Cidadeverde.com
Entretenimento

Livro diz que rei Charles era malvado com funcionários e só dormia com ursinho

Imprimir

Foto: Brazil Photo Press/Folhapress

Programada para ser lançada no próximo dia 8 de novembro, a biografia, "The King: The Life of Charles III" ("O Rei: A Vida de Charles III") traz trechos inéditos a respeito da vida pessoal do monarca. Dentre eles, destacados pelo Page Six, o que mostraria a fixação dele por um ursinho de pelúcia e a forma como tratava os funcionários do palácio na faixa dos 40 anos.

Segundo a publicação, Charles 3º sempre teve um fiel escudeiro que era responsável por cuidar de um urso de pelúcia com o qual costumava dormir abraçado. Era Ken Stronach que por muitos anos ficou encarregado por lavar as roupas íntimas do então príncipe e colocá-lo na cama com o amado ursinho.

Já a relação entre o príncipe e seus funcionários não era das melhores. Em outro trecho da obra destacada pela publicação, há a versão de um jardineiro-chefe que lembra as ordens e o método nada peculiar de Charles para fiscalizar se o serviço do jardim era feito corretamente.

O então príncipe ficava na varanda e quando não gostava do trabalho dos paisagistas gritava as ordens para eles através de um megafone verde. "Para alguém que disse ter sofrido bullying quando criança, o príncipe Charles claramente gostou de nos intimidar", disse um funcionário de Highgrove à obra.

"Ele podia ser agradável e cortês, mas na maior parte do tempo era mal-humorado e malvado. Ele não pensou duas vezes antes de gritar insultos para você se você der um passo errado", emendou.

O comportamento com Diana, com quem era casado, também é tema do livro. Em certa ocasião, Diana foi tirar satisfação a respeito do motivo de ambos terem congelado a vida sexual após o nascimento de Harry, em 1984, e Charles respondeu: "Não sei, querida. Acho que posso ser gay."

 

Fonte: Folhapress

Imprimir