Cidadeverde.com
Entretenimento

Guilherme de Pádua morreu sem pagar a Gloria Perez indenização de R$ 480 mil

Imprimir

Foto: Reprodução

O ex-ator Guilherme de Pádua morreu sem pagar a indenização que, por decisão da Justiça, devia à escritora Gloria Perez.

O pastor, que sofreu um infarto fulminante neste domingo, foi condenado em 2017 a pagar 500 salários mínimos à mãe de Daniella Perez, em ação protocolada ainda nos anos 1990.
O valor alcança cerca de R$ 480 mill, em valores atualizados. As informações são do Notícias da TV, que obteve acesso aos autos do processo.

Segundo o portal, a condenação foi devido aos danos morais causados pela morte da filha e a calúnias ventiladas na mídia por Pádua e Paula Thomaz, sua mulher à época, também presa pelo assassinato de Daniella.

Os valores, ainda segundo a reportagem, foram derivados dos gastos da mãe da atriz com seu velório e enterro, além de R$ 6 mil que foram subtraídos da jovem à época de sua morte e nunca foram encontrados.

Pádua cumpriu sentença na prisão pelo assassinato de sua ex-colega de novela em 1992 e, há cinco anos, havia se tornado pastor da Igreja Batista de Lagoinha, em Belo Horizonte.

Fonte: Folhapress

Imprimir