Cidadeverde.com
Últimas

Recenseador usa drone para buscar domicílios em áreas rurais do Piauí

Imprimir

Foto: Divulgação/IBGE

Um recenseador do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está usando um drone para localizar domicílios na zona rural do município de Canto do Buriti, na região Sul do Piauí, para conseguir a coleta de dados para o Censo Demográfico 2022. 

Carlos Daniel Rodrigues da Costa Leal está trabalhando em seu 5º setor censitário, sendo um na área urbana e três rural. Com o auxílio do equipamento, consegue realizar a captura imagens aéreas de uma determinada área mais isolada.

“Percebi que com uma imagem aérea atualizada ficaria bem mais fácil de me planejar, identificar endereços que são mais isolados e não aparecem no mapa, uma forma de facilitar o trabalho e torná-lo mais preciso e mais ágil”, disse o trabalhador.

Segundo o recenseador, a inovação também o ajuda a evitar se deslocar até determinados locais onde as estradas não existem ou estão em péssimas condições e não encontrar domicílios habitados.

“Assim, as imagens servem como um norte, possibilitando chegar em endereços difíceis com mais segurança sem cair em enrascadas. Por mais que se tenha imagens do satélite, não são atuais e muitas estradas nem existem mais”, pontuou Daniel. 

A novidade usada pelo recenseador foi elogiada por Pedro Andrade, coordenador técnico do Censo Demográfico no Piauí que foi até a cidade de Canto do Buriti e acompanhou de perto os trabalhos censitários no município.

“Para mapear com imagens aéreas o percurso que o recenseador ainda iria realizar, se antecipando aos obstáculos e se certificando das unidades a serem trabalhadas [...] o equipamento além de auxiliar e complementar nas orientações de campo, ainda nos proporciona belas imagens naturais”, afirmou o coordenador. 

Conforme o último balanço divulgado pelo IBGE, cerca de 86% da população piauiense estimada já foi recenseada desde que o dia 1º de agosto, quando os recenseadores começaram a visitar os domicílios.  

Breno Moreno (Com informações do IBGE)
[email protected]

Imprimir