Cidadeverde.com
Esporte

Botafogo tira Santos da briga e ainda sonha com vaga na Libertadores

Imprimir

O Botafogo deu um importante passo para conseguir chegar à Libertadores do ano que vem. Em noite em que Lucas Fernandes brilhou, a equipe alvinegra se despediu do Nilton Santos nesta temporada com uma imponente vitória sobre o Santos, nesta quinta-feira (10), e vai à última rodada do Campeonato Brasileiro vivo na briga até mesmo por G6. 

Botafogo venceu fácil o Santos e segue firme por uma vaga na Libertadores de 2023 - Foto: Divulgação / Botafogo

O triunfo por 3 a 0 foi construído com dois gols do meia e um de Tiquinho Soares.

Com o resultado, o time carioca foi a 53 pontos, dois atrás do Athletico-PR, atual sexto colocado e que é justamente o próximo adversário -vale lembrar que o Atlético-MG, com 55, enfrenta o Corinthians, fora de casa. 

O Santos, por sua vez, permaneceu com 47 e não tem mais chances de chegar à competição continental.

Na próxima rodada, o time alvinegro praiano recebe o Fortaleza.

O Botafogo iniciou o jogo pressionando a saída de bola do Santos, aplicando pressão e achando espaços na marcação. Logo nos primeiros minutos Jeffinho saiu livre e finalizou, mas parou em João Paulo.

O clube carioca abriu o placar ainda cedo, em um bonito lance de Lucas Fernandes. O camisa 18 recebeu no meio, girou e avançou. Na entrada da área, driblou Rodrigo Fernandez e bateu colocado.

Aos poucos, o Botafogo diminuiu o ritmo e o Santos equilibrou as ações. Os visitantes quase empataram quando Nathan cruzou e Marcos Leonardo cabeceou sem marcação, na pequena área. A bola, porém, pegou no gramado e saiu por cima da meta.

O Botafogo chegou a balançar a rede com Júnior Santos, mas o atacante estava em posição irregular.

Em cobrança de falta logo no começo do segundo tempo, Gabriel Pires cobrou e o Botafogo carimbou o travessão novamente.

Lucas Fernandes apareceu novamente de forma decisiva. Ele recebeu de Daniel Borges, cortou para o meio e finalizou forte para fazer o segundo dele e do Botafogo.

O Botafogo ditava o ritmo do jogo e chegou ao terceiro com Tiquinho Soares, que aproveitou rebote após finalização de Jeffinho.

Nos minutos finais, o Santos ainda buscou algumas alternativas para, ao menos, diminuir a vantagem adversária, mas sem sucesso. O rival carioca, por outro lado, com o placar e o tempo favoráveis, procurava valorizar a posse de bola.

Já quase nos acréscimos, Jeffinho fez boa jogada e acionou Tiquinho, que obrigou João Paulo a fazer uma bonita defesa.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir