Cidadeverde.com
Esporte

Atlético-MG anuncia saída de Cuca em comum acordo após temporada frustrante

Imprimir

O Atlético-MG chegou a um acordo com Cuca para a saída do treinador para a temporada 2023. O fraco desempenho do clube mineiro na temporada frustrou torcida e direção. 

Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

Com o retorno de Cuca no segundo semestre, a expectativa era de melhora, mas a situação se complicou ainda mais.

Ao término do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG conquistou ao menos a vaga na Libertadores, mas terá antes de passar por duas etapas prévias para chegar à fase de grupos.

Após as conquistas da Copa do Brasil e do Brasileirão em 2021, Cuca decidiu deixar o Atlético-MG para se dedicar mais à família O clube mineiro, então, contratou o argentino Antonio ‘Turco’ Mohamed. 

O novo treinador não caiu nas graças da torcida, e os resultados fracos na Libertadores, no Brasileirão e a eliminação na Copa do Brasil, diante do Flamengo, pesaram na conta.

Em julho, Cuca foi "convocado" a reassumir o comando técnico do Atlético-MG mirando uma classificação para as semifinais da Libertadores. Diante do Palmeiras, mesmo com dois jogadores a mais na partida decisiva, o time mineiro fracassou e acabou caindo nos pênaltis.

A esperança por uma melhora no Brasileirão não se confirmou. Com grandes nomes, como Hulk, Guilherme Arana e Nacho Fernández, vivendo má fase técnica e convivendo com lesões, o Atlético-MG teve de lutar até a última rodada por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. 

O lugar foi confirmado com a vitória magra, por 1 a 0, sobre o Corinthians, neste domingo, na Neo Química Arena.

O Atlético-MG concluiu o Brasileirão na modesta sétima colocação, com 58 pontos. A direção pretende reforçar o elenco para 2023 e encontrar um bom nome para o comando mirando principalmente a inauguração de sua nova arena. A previsão é de que o primeiro jogo por lá aconteça em maio.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir