Cidadeverde.com
Esporte

Verstappen vence em dia de adeus de Vettel, e Leclerc garante o vice na F-1

Imprimir

Vida muito tranquila para o campeão Max Verstappen na última corrida do ano. Neste domingo (20), o holandês venceu com folga no circuito de Yas Marina, em Abu Dhabi, liderando de ponta a ponta depois de sair na pole.

Foi a 15ª vitória no ano, a 35ª da carreira, um recorde de triunfos em uma mesma temporada.

O mais emocionante da corrida ficou na briga pelo vice-campeonato mundial. Charles Leclerc acabou ficando na frente, mas a Ferrari quase teve problemas com a estratégia.

Já no final, o monegasco disse que seria tarde demais para ir aos boxes, mas a equipe insistiu que os pneus não aguentariam. Pérez pressionou, mas ficou em terceiro.

ABANDONO E BATALHAS

Largando em décimo, Alonso chegou a fazer uma ultrapassagem dupla sobre Bottas e Tsunoda. Entretanto, mais um problema na Alpine do espanhol fez o bicampeão recolher o carro e deixar a prova. A suspeita é que houve vazamento de água. Fim melancólico de relação entre piloto e equipe.

Outro que também abandonou foi Lewis Hamilton. Faltando três voltas para o fim, ele foi perdendo velocidade com problemas no W13. Desta forma, foi aos boxes e abandonou o GP sem uma única vitória pela primeira vez na F1.

Na luta do vice-campeonato, Pérez travou uma ótima batalha com Hamilton pela terceira posição antes de pressionar Leclerc.

Mesmo com os pneus mais novos, o mexicano perdeu alguns segundos preciosos e não conseguiu a ultrapassagem. Primeiro na briga com o inglês e depois com os retardatários.

LARGADA

A Red Bull conseguiu se manter na frente com as boas largadas de Verstappen e Pérez, em primeiro e segundo, respectivamente. Leclerc tentou se aproximar, mas não conseguiu.

Lewis Hamilton, que saiu em quinto, passou Sainz e pulou para o quarto lugar. Outro que também melhorou a posição foi Norris, passando Russell.

Logo no início, Sainz mergulhou e tocou em Hamilton, que viu o carro dar um pulo. A direção de prova ficou de olho no incidente e não puniu o espanhol, mas o inglês depois devolveu a quarta posição por possível "ganho de vantagem" depois de cortar por fora da pista.

PUNIÇÕES

George Russell sofreu com uma parada ruim da Mercedes de 5s2. Na saída dos boxes, o britânico quase colidiu com Lando Norris no pitlane. Por isso, foi punido com 5s por liberação perigosa.

Na 39ª volta, Nicholas Latifi colidiu na perseguição a Mick Schumacher e provocou uma bandeira amarela no setor 2, mas logo a pista foi liberada com os dois de volta. No fim, 5s de punição para Mick.

DESPEDIDAS

O último GP também marcou algumas despedidas na Fórmula 1. A principal delas de Sebastian Vettel, homenageado pelos companheiros ao longo da semana e muito celebrado antes do início da corrida. Ele vai se aposentar da categoria e cruzou em décimo, somando o último ponto na Fórmula 1.

Quem também deixa a F1 é Nicholas Latifi, que não fica na Williams, Mick Schumacher, de saída da Haas. Daniel Ricciardo, da McLaren, vai virar o piloto reserva da Red Bull.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

A classificação final teve Verstappen em primeiro, Leclerc em segundo, Pérez em terceiro, Sainz em quarto e Russell em quinto. Norris, Ocon, Stroll, Ricciardo e Vettel fecham o top-10.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir