Cidadeverde.com
Política

Acordo entre Rafael, Regina Sousa e Alepi vai antecipar pela 1ª vez reforma de cargos

Imprimir

Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde

O governador eleito Rafael Fonteles (PT) e a governadora Regina Sousa (PT) chegaram a um consenso e o texto com a reforma administrativa anunciada pelo petista chegará à Assembleia Legislativa (Alepi) ainda neste ano. É a primeira vez na história do Piauí que um acordo entre uma governadora e um governador eleito permitirá que uma reforma administrativa comece a traminar no Legislativo antes da próxima gestão começar. 

Segundo o deputado Francisco Limma (PT), os parlamentares já começam a se preparar para analisar a reforma administrativa anunciada pelo governador eleito. Ele informou nesta terça-feira (22) que o objetivo é adiantar a tramitação das mudanças para que o petista já possa assumir a administração estadual em janeiro de 2023 com a nova formatação. 

A ação deve ter impactos no orçamento para 2023 que também segue em tramitação na Casa.

“O governador eleito e a governadora estão se antecipando aos fatos para a Assembleia Legislativa analisar e votar essa matéria que ainda vai tramitar aqui na Casa”, acrescentou. “Houve um entendimento entre a governadora e o próprio governador eleito, tanto que ele já anunciou a transformação de algumas áreas em secretaria, em coordenadorias, em superintendências. O que a Assembleia está fazendo é discutindo e vendo a legalidade, o mérito destas matéria”, pontuou. 

Francisco Limma destacou que, entre as discussões feitas pelos parlamentares, estará a fusão entre o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e a Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adapi). O relator da matéria deverá ser o deputado Henrique Pires (MDB). 

“Tenho algumas preocupações em relação a junção do Emater e da Adapi, mas acho que não poderia continuar como está. Precisa de uma mudança. O relator Henrique Pires preferiu que a gente possa analisar essa matéria na próxima reunião com mais tempo para nos posicionarmos com uma maior segurança”, destacou.

VEJA MUDANÇAS NA ADMINISTRAÇÃO 

Entre as mudanças propostas para a gestão, Rafael Fonteles anunciou que vai fundir algumas pastas, criar novas secretarias e extinguir outras. 

A Fundespi (Fundação de Esporte do Piauí), a Emater e a Coordenadoria de Irrigação e a Coordenadoria de Mulheres serão transformadas em secretarias.

Entre outras mudanças estão a incorporação da Adapi à nova secretaria da Emater, que passará a se chamar de Secretaria de Assistência e Defesa Agropecuária (SADA). Já a Fundespi passará a se chamar Secretaria de Esportes. 

Já Coordenadoria de Irrigação passará a ser Secretaria de Irrigação e Recursos Hídricos (SEFIR), e a Coordenadoria de Mulheres será transformada em Secretaria das Mulheres. 

 


Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir