Cidadeverde.com
Política

Fernando Haddad diz que vai integrar transição econômica: "não recebi outro convite"

Imprimir

Foto:  Danilo Verpa/Folhapress

Favorito para assumir o Ministério da Fazenda, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) afirmou na noite desta segunda-feira, 28, que, a pedido do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), vai integrar o grupo de economistas do governo de transição a partir de amanhã e que não recebeu qualquer outro convite.

"Eu fui convidado exclusivamente para interagir com o grupo de economia que fez a transição ate aqui, não recebi nenhum outro convite", declarou Haddad ao deixar o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde estava reunido com a cúpula petista. "O presidente me pediu para acompanhar tanto quanto fosse possível as reuniões do grupo da economia", acrescentou.

O grupo de economia da transição é composto pelos economistas Nelson Barbosa, Guilherme Mello, André Lara Resende e Persio Arida, com quem Haddad já sinalizou nos bastidores a intenção de trabalhar em dobradinha, como antecipou o Broadcast Político.

Haddad afirmou que vai se reunir pela manhã com o economista Gabriel Galípolo, integrante do governo de transição e cotado para o BNDES, e, à tarde, com Mello. "Estou autorizado pelo presidente Lula a interagir com integrantes do grupo de economia "

Lula deixou o CCBB pouco antes de Haddad, mas não falou com a imprensa.


Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir