Cidadeverde.com
Política

Sessão solene na Alepi faz homenagens ao comemorar 10 anos do Hospital Universitário

Imprimir
  • alepi-hu_1.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_6.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_7.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_8.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_9.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_10.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_11.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_12.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_13.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_14.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_15.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_16.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_17.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_18.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_19.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_3.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_4.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • alepi-hu_5.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com

O Hospital Universitário (HU-Ufpi) comemora 10 anos neste mês de novembro e celebrou a data com uma sessão solene na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) nesta terça-feira (29). A solenidade contou com a presença de autoridades e parlamentares que foram homenageados com a Medalha de Honra ao Mérito Professor Benedito Borges da Silva.

A honraria é uma das mais altas concedidas pela instituição àqueles que prestaram serviços relevantes ao Hospital Universitário do Piauí.

Entre os homenageados estão o ex-deputado federal Jesus Elias Tajra, presidente do grupo Cidade Verde, além dos senadores Elmano Ferrer (Progressistas), Eliane Nogueira (Progressistas) e Marcelo Castro (MDB) e dos deputados Átila Lira (Progressistas), Fábio Abreu (PSD), Iracema Portella (Progressistas), Júlio César (PSD), Marina Santos (Republicanos), Margarete Coelho (Progressistas) e Merlong Solano (PT).

A governadora Regina Sousa (PT), o ex-governador Hugo Napoleão e Oswaldo de Jesus Ferreira, presidente da Ebserh também receberam a honraria.

O deputado federal Átila Lira (Progressistas) falou em nome dos homenageados e destacou a história do estabelecimento de saúde ao longo da década. O parlamentar também frisou a atuação da bancada federal e a projeção nacional que a instituição ganhou devido ao atendimento ofertado.

O Hospital Universitário foi considerado a quinta melhor instituição pública e o terceiro melhor hospital público do país, segundo a Controladoria-Geral da União (CGU). São pelo menos 2.5 mil servidores e 1.350 atendimentos diários.

“Esse é um hospital que representa a história da saúde do Piauí. É um hospital de ensino da graduação e pós-graduação, tem residências médicas e multiprofissionais que formam todo o conjunto da UFPI e demais instituições. É um hospital que a todo momento cresce. É um hospital que recebe dedicação da bancada federal e tem um reconhecimento nacional e da população pela qualidade de atendimento hospitalar e ambulatorial”, declarou o deputado.

O ex-deputado federal Jesus Tajra relembrou a iniciativa da bancada federal do Piauí para a construção do Hospital Universitário ainda no ano de 1987, junto ao ex-ministro Hugo Napoleão. O ex-parlamentar relembrou o empenho dos deputados para que a obra fosse concluída e elogiou os serviços prestados pelo HU aos piauienses.

“É uma solenidade que faz recordar o tempo de deputado federal em que que o ministro Hugo Napoleão era da Educação e eu sugeri para que tomássemos providências para fundar o Hospital Universitário pela necessidade que tínhamos na cidade. Fizemos uma moção com a bancada toda para fazer e hoje é uma realidade. Demorou anos, mas saiu. O hospital hoje presta relevantes serviços para nossa Teresina, para o Piauí e para os estados vizinhos”, declarou Jesus Tajra, que é presidente do grupo Cidade Verde. 

O superintendente do HU, o cardiologista Paulo Marcio avaliou que a instituição quebrou paradigmas na saúde pública do estado ao conseguir projeção nacional com a quantidade e qualidade de atendimento prestado à população.

“São 10 anos de história de um hospital que realiza mais de 1 mil atendimentos por dia, que emprega mais 2 mil pessoas, que faz mais 600 internações e 40 mil cirurgias por mês, que faz cirurgias de coração e que trata o câncer, como o único hospital a fazer esses procedimentos”, destacou.

 

 

Flash Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir