Cidadeverde.com
Esporte

Sem Mané, Senegal vê novo herói brilhar, bate Equador e vai às oitavas

Imprimir

Com o corte de Sadio Mané, Ismaila Sarr assumiu o protagonismo na seleção de Senegal. Foi ele quem cobrou o pênalti que abriu o placar do jogo e que não deixou os companheiros desanimarem quando veio o empate.

Deu certo. O país africano voltou a liderar o placar poucos instantes depois e venceu a partida por 2 a 1, o resultado que precisava para ir às oitavas desta Copa do Mundo.

O gol de Sarr veio no fim do primeiro tempo, numa cobrança cheia de categoria, daquelas que deslocam o goleiro somente com a técnica e a passada. O Equador empatou com Caicedo de cabeça, aos 22 do segundo tempo. Koulibaly, dois minutos depois, em uma sobra de bola após jogada na grande área, trouxe o êxtase a Senegal.

A seleção do país africano se classifica apesar dos prognósticos, já que a confirmação do corte de Sadio Mané, o herói na Copa Africana de Nações e da classificação ao mundial, foi um baque. Senegal somou seis pontos, com duas vitórias, somente um atrás da Holanda, que liderou. O Equador ficou pelo caminho, com quatro, e o Qatar saiu zerado.

No chaveamento, Senegal pegará o 2º colocado do Grupo B, ocupado pelo Irã no momento. A equipe enfrenta os Estados Unidos ainda nesta terça-feira (29), às 16h, valendo o acesso para a próxima fase.

Fonte: Folhapress (JOSUÉ SEIXAS)

Imprimir