Cidadeverde.com
Esporte

Bélgica é nova vítima de 'maldição' do Brasil em Copas do Mundo; entenda

Imprimir

 

A Bélgica está eliminada da Copa do Mundo do Qatar. Nesta quarta-feira (1º), a "geração de ouro" belga empatou por 0 a 0 com a Croácia e terminou em terceiro no Grupo F, dando adeus ao Mundial na fase de grupos. A queda precoce no torneio acontece uma edição após a seleção europeia eliminar o Brasil no mata-mata, dando sequência à uma recente "maldição" brasileira em Copas.

Desde 1998, rivais que eliminaram o escrete canarinho na Copa não passaram da primeira fase na edição seguinte do torneio mundial em quatro ocasiões. A França, que venceu o Brasil na final em 1998, caiu na fase de grupos em 2002 -ano em que a seleção brasileira conquistou o pentacampeonato.

A seleção francesa ainda repetiu o feito oito anos depois. Após derrotar o Brasil nas quartas em 2006, os Les Bleus falharam em se classificar para as oitavas de final na Copa de 2010.
A Alemanha foi outra "vítima". Os alemães golearam a seleção brasileira na semifinal em 2014, mas foram eliminados ainda na fase de grupos em 2018.

Com isso, a Bélgica repetiu o roteiro pela quarta vez. Em 2018, a seleção belga venceu o Brasil por 2 a 1 nas quartas de final. No entanto, diferentemente das outras duas seleções (França em 98 e Alemanha em 14), os belgas não se sagraram campeões na edição em que eliminaram os brasileiros.
O único país que escapou de tal escrita negativa foi a Holanda. Após vencer o Brasil nas quartas de 2010, a Laranja Mecânica avançou até a semifinal em 2014, incluindo vencendo a seleção brasileira na disputa pelo terceiro lugar.

Os Diabos Vermelhos deram adeus à Copa do Qatar com apenas um gol marcado. A Bélgica venceu o Canadá por 1 a 0 na estreia, mas foram derrotados por Marrocos por 2 a 0 na partida seguinte e empataram sem gols com a Croácia no último jogo da fase de grupos. Marrocos e Croácia avançaram para as oitavas.

Imprimir