Cidadeverde.com
Últimas

Neymar faz sétimo gol em Copas e se iguala a Careca entre artilheiros brasileiros

Imprimir

Foto - Lucas Figueiredo - CBF

Ao marcar o segundo gol brasileiro na vitória por 4 a 1 sobre a Coreia do Sul, nesta segunda-feira (5), pelas oitavas de final da Copa do Mundo do Qatar, o atacante Neymar balançou a rede pela sétima vez em Mundiais e subiu na lista dos goleadores do país na competição.

Ele se igualou ao centroavante Careca na oitava colocação da lista, liderada por Ronaldo Fenômeno, que soma 15, seguido por Pelé, com 12.

Neymar também somou seu gol de número 76 com a camisa canarinho, o que o coloca apenas um atrás de Pelé -segundo a conta da Fifa (Federação Internacional de Futebol), que descarta vários amistosos do Rei-, o maior artilheiro da seleção brasileira.

O camisa 10 da seleção de Tite também se tornou o terceiro jogador do país a fazer gols em três Copas do Mundo diferentes, depois justamente de Pelé e Ronaldo.

O Rei do Futebol, que está internado em São Paulo, ainda é o único que conseguiu marcar em quatro edições, além de ser o único tricampeão mundial na história do futebol.

"É um orgulho muito grande [estar ao lado de Pelé e Ronaldo]. Conquistei coisas que jamais imaginaria. Estou muito feliz", disse Neymar na saída de campo.

OS MAIORES ARTILHEIROS BRASILEIROS EM COPAS DO MUNDO

Neymar se iguala a Careca na oitava colocação

Posição - Jogador - Gols - Média de gols - Jogos - Copas - Gols por Copas do Mundo
1 - Ronaldo - 15 - 0,79 - 19 - 4 - 0 em 1994, 4 em 1998, 8 em 2002, 3 em 2006
2 - Pelé - 12 - 0,86 - 14 - 4 - 6 em 1958, 1 em 1962, 1 em 1966, 4 em 1970
3 - Jairzinho - 9 - 0,56 - 16 - 3 - 0 em 1966, 7 em 1970, 2 em 1974
3 - Vavá - 9 - 0,9 - 10 - 2 - 5 em 1958, 4 em 1962
5 - Ademir - 8 - 1,33 - 6 - 1 - 8 em 1950
5 - Leônidas - 8 - 1,6 - 5 - 2 - 1 em 1934, 7 em 1938
5 - Rivaldo - 8 - 0,57 - 14 - 2 - 3 em 1998, 5 em 2002
8 - Careca - 7 - 0,78 - 9 - 2 - 5 em 1986, 2 em 1990
8 - Neymar - 7 - 0,58 - 12 - 3 - 4 em 2014, 2 em 2018, 1 em 2022
10 - Bebeto - 6 - 0,4 - 15 - 3 - 0 em 1990, 3 em 1994, 3 em 1998
10 - Rivellino - 6 - 0,4 - 15 - 3 - 3 em 1970, 3 em 1974, 0 em 1978
12 - Garrincha - 5 - 0,42 - 12 - 3 - 0 em 1958, 4 em 1962, 1 em 1966
12 - Romário - 5 - 0,63 - 8 - 2 - 0 em 1990, 5 em 1994
12 - Zico - 5 - 0,36 - 14 - 3 - 1 em 1978, 4 em 1982, 0 em 1986
15 - Chico - 4 - 1 - 4 - 1 - 4 em 1950
15 - Sócrates - 4 - 0,4 - 10 - 2 - 2 em 1982, 2 em 1986

CLAUDINEI QUEIROZ
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) 

Imprimir