Cidadeverde.com
Últimas

Sheron Menezzes nega fama de antipática: 'tudo é uma questão de perspectiva'

Imprimir

Foto: Beatriz Damy / AgNews

Casada há dez anos e mãe de um menino de 5 anos, a atriz Sheron Menezzes, 39, raramente sai de casa para comparecer a eventos ou festas. Por causa disso, durante algum tempo teve de conviver com um rótulo nada agradável: o de antipática.

"Isso já me incomodou em algum momento lá atrás, mas a maturidade me fez entender que tudo é uma questão de perspectiva. Tenho meu jeito sincero de ser e de falar o que penso sem rodeios. Alguns acham que é espontaneidade e outros, antipatia", explica ela em papo com à Folha de S.Paulo.

A sinceridade, na visão de Sheron, é uma qualidade, e ela não pode mudar a percepção dos outros. As redes sociais a têm ajudado a afastar esse estigma. "Posto muita coisa da minha vida e as pessoas começaram a entender meu humor mais ácido. Hoje essa fama [de ser antipática] caiou por terra", garante.

Esse fato também era corroborado por Sheron ser uma mulher mais discreta no âmbito pessoal. A atriz e o lutador Saulo Bernard celebraram a união com uma cerimônia íntima e voltada apenas para poucas pessoas em março deste ano. Também não deu entrevistas a respeito do matrimônio, que prefere deixar fora dos holofotes.

"As entrevistas não estavam acontecendo muito, até pela pandemia houve um maior distanciamento, mas não me considero reservada, até que me abro bastante", explica. "Mas gosto de falar com meu público por meio da imprensa, sim. É como se atingisse um outro tipo de gente que não é tanto de internet e curte ler mais sobre vida e trabalho."

Na história de "Vai na Fé", programada para estrear em janeiro na Globo no lugar de "Cara e Coragem", Sheron será vista como Sol, uma mulher batalhadora e vendedora de quentinhas de Piedade, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro. Como lema de vida, procura encarar sempre com muita positividade todos os desafios. A protagonista será a segunda negra na sequência no horário das 19h.

"Acho maravilhoso, estamos no caminho certo, mas já era para ter acontecido. Que venha terceira, quarta negra protagonista. Isso inspira outras meninas que sonham. Meu papel é mostrar o quão positivo pode ser tudo isso", avalia Sheron, que na pele de Sol retornará às novelas após um hiato de dois anos (a última foi "Bom Sucesso" que terminou em janeiro de 2020).

"Nesse tempo fiz outras coisas como uma das protagonistas de [série da Netflix] 'Maldivas' e também um filme, 'Carga Máxima', que estreará também em janeiro de 2023. Foram trabalhos enriquecedores que me fizeram respirar novos ares", destaca.

E por falar em atuação, 2022 é o ano em que Sheron celebra 20 anos dedicados a esse ramo. O começo da carreira da atriz foi aos 18 anos, na novela "Esperança" (2002). Agora, mais madura, ela afirma que o balanço que faz da carreira é muito positivo. "Tudo o que planejava eu cumpri e me sinto realizada. Não espero mais nada do futuro, pois aprendi a viver o presente. Só quero fazer muito bem o agora e aproveitar as conquistas."

 

Fonte: Folhapress (L eonardo Volpato) 

 

Imprimir