Cidadeverde.com
Últimas

DC deve cancelar 'Mulher-Maravilha 3', sequência de 'Aquaman' e 'Superman'

Imprimir

Foto: Reprodução/Youtube

A DC Studios realiza mudanças drásticas em sua estrutura e programação, segundo o Hollywood Reporter nesta quinta-feira, 8. O futuro de franquias como Mulher-Maravilha, com Gal Gadot, e Aquaman, com Jason Momoa, é incerto. Assim como a participação de Henry Cavill, que anunciou a saída de The Witcher, da Netflix, para focar no retorno como Superman.

Conforme fontes da reportagem, as novas lideranças do estúdio, James Gunn e Peter Safran, optam por reformular e reconstruir a empresa. Isso consiste em finalizar a fase do cineasta Zack Snyder, chamada de Snyderverse, que selecionou uma série de atores para criar a Liga da Justiça.

Dentre os possíveis cancelamentos, está o terceiro filme de Mulher-Maravilha. Patty Jenkins, a diretora dos dois filmes da super-heroína, apresentou um roteiro, mas fora informada de que o longa não faz mais parte dos planos da DC.

Um dos outros alvos dessa mudança é Jason Momoa, o Aquaman, que não deve retornar ao papel do super-herói. Assim como ele, Henry Cavill, o ex-protagonista Geralt de Rívia em The Witcher, também está com o futuro ameaçado.

Com anúncio recente de retorno ao papel de Superman, o filme O Homem de Aço 2, que contava com participação do artista, deve ser cancelado.

O ator filmou cenas de The Flash, cuja estreia está marcada para o dia 16 de junho de 2023, mas sua participação no longa não está garantida. Isso porque, se ocorrerem todas essas mudanças, a participação de Cavill pode ser cortada.

O futuro da franquia Black Adam também corre risco, mas por razões distintas. O filme com Dwayne Johnson, o The Rock, é considerado um fracasso de bilheteria ao acumular US$ 385 milhões mundialmente (cerca de R$ 741 milhões na conversão atual) com um orçamento de mais de US$ 190 milhões (R$ 365 milhões).

A DC não fez um pronunciamento oficial sobre possíveis cancelamentos até a publicação desta matéria.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir