Cidadeverde.com
Últimas

Participação de Teresina no PIB do estado cai 22% em 18 anos, diz IBGE

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

A participação de Teresina no Produto Interno Bruto (PIB) do Piauí vem caindo nos últimos anos, é o que mostram os dados divulgados nesta sexta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pela Secretaria de Planejamento do Estado do Piauí, através da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais (CEPRO).

Em 2020, a capital piauiense acumulou um PIB de R$ 21,5 milhões, uma queda nominal de 1,9% em relação ao ano anterior, principalmente em razão das restrições impostas a diversos setores econômicos em decorrência da pandemia da Covid-19. Além disso, os números mostram uma menor participação quando considerado a produção estadual. 

Entre 2002 a 2020, Teresina registrou uma redução expressiva de 22% na sua participação em relação à economia piauiense, caindo de 49,4%, em 2002, para 38,27%, em 2020. A queda, segundo o IBGE, está relacionada à expansão da economia dos municípios ligados ao agronegócio e a geração de energia renovável.

Agro 

Em relação ao agronegócio o aumento está relacionado a alta na produção de cereais, como a soja e milho, as atividades agropecuárias tiveram um aumento de volume no Valor Adicionado Bruto (VAB) em 2020 da ordem de 10,8%, quando comparado ao ano anterior. 

Em razão do cenário de queda geral da atividade econômica nos demais setores da economia piauiense, a atividade agropecuária teve um crescimento em sua participação no VAB total do estado, passando de 8%, no ano de 2019, para 14%, em 2020.

Entre os que apresentaram maior crescimento na participação relativa de sua economia ao PIB do estado nos últimos 18 anos estão as cidades de Currais, com 748%; Baixa Grande do Ribeiro, 681,04%; e Barro do Piauí, com uma alta de 608,83%.

Municípios com os maiores PIB no estado do Piauí em 2020

Entre os 10 maiores PIBs do Piauí em 2020, o único município que mudou de posição em relação a 2019 foi Uruçuí, que subiu uma posição, trocando de lugar com Picos. Teresina segue liderando a estatística. Veja o ranking completo: 

Fonte: IBGE

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir