Cidadeverde.com
Entretenimento

Pai diz que Britney Spears estaria morta sem a tutela de 13 anos

Imprimir

Crédito: Eduardo Anizelli/Folhapress

 

O pai da cantora Britney Spears , 41, quebrou o silêncio e afirmou que a filha estaria morta sem a tutela de 13 anos. Jamie Spears, 70, se defendeu das acusações dos fãs de que é um monstro e acrescentou que resgatou o relacionamento da cantora com os filhos adolescentes, em entrevista ao tabloide The Sun.

"Meu Deus, onde ela estaria sem essa tutela agora? Eu não vou pintar nenhuma imagem bonita para você", disse. "Sem [a tutela] eu não sei se ela estaria viva agora", disse Jaime que controlou a vida, carreira e finanças da filha.

Jamie diz que tudo o que fez foi pela filha que ele ainda adora. Apesar de ter sido acusado por Britney e fãs como alguém interessado em encher os próprios bolsos de dinheiro, ele está desesperado para consertar o relacionamento rompido. "Amo a minha filha com todo o meu coração e alma. Esta situação entre nós é simplesmente terrível."

Jamie também apoiou a reclamação recente do ex-marido da cantora, o dançarino Kevin Federline, de que a ordem de tutela não destruiu seu relacionamento com os filhos. "Não acredito que ela teria recuperado as crianças sem a tutela".

A cantora move um processo contra o pai em que o acusa de abusar do papel de tutelador de sua carreira e roubá-la quando deveria administrar suas finanças, segundo o TMZ. O advogado da cantora, Matthew Rosengart, afirmou que tem documentação com provas materiais e que a cantora não vai depor no processo como pede a defesa do pai.

Desde que se viu livre da tutela de seu pai, em novembro de 2021, a princesinha do pop tem feito uma série de posts que acarretaram no rompimento das relações com os irmãos, Jamie Lynn e Bryan Spears, e com a mãe, Lynne Spears.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir