Cidadeverde.com
Últimas

Aeronautas decidem manter a greve com paralisação de 2h nos aeroportos

Imprimir

Foto: Danilo Verpa/Folhapress

A greve nos aeroportos continua nesta sexta-feira (23), pelo quinto dia de movimento por melhores salários. A categoria recusou uma nova proposta de negociação apresentada em reunião do sindicato com o TST (Tribunal Superior do Trabalho), na tarde de quinta-feira (22), em Brasília.

Segundo o presidente do SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas), Henrique Hacklaender, foram 59,25% dos votos contrários à proposta, entre 5.084 participantes da assembleia virtual, que ocorreu durante o período das 16h30 até meia-noite.

As companhias aéreas ofereceram aos trabalhadores reposição total da inflação medida pelo INPC de 5,97%, mais 1% de aumento real. Conforme a proposta, o reajuste incide sobre salários fixos e variáveis, pagamento de diárias em todo o território nacional, seguro, multas por descumprimento da convenção coletiva e vale-alimentação.

O reajuste não incide sobre diárias internacionais por serem pagas em dólar americano, euro ou libra. A reposição salarial de todos os salários fixos e variáveis seria feita com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

A categoria pedia inicialmente um aumento salarial de 5%, além da reposição inflacionária. Além da proposta menor, de 1%, os tripulantes não conseguiram incluir na convenção coletiva uma definição para horário de folgas e regras que impeçam a alteração dos descansos pelas empresas.

Às vésperas do Natal, a paralisação já afetou ao menos 20 aeroportos do país, com atrasos e cancelamentos de voos.

 

Fonte: Folhapress (Bernadete Druzian) 

Imprimir